PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Oswaldo diz que esperava 'elenco recheado' e pede mais reforços à diretoria

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

17/01/2014 18h04

O técnico Oswaldo de Oliveira não externou que está frustrado em relação à chegada de reforços, mas admitiu que esperava um elenco mais “recheado” para iniciar a sua terceira passagem no Santos. Por conta disso, o treinador pediu reforços à diretoria, principalmente para suprir a baixa do zagueiro Edu Dracena, que passou por cirurgia no joelho esquerdo e só voltará a atuar no segundo semestre.

"A situação do Bruno Uvini estava ligada a vinda do Vargas, o que não aconteceu. A negociação estacionou, não sei em que pé estamos. A saída do Dracena implica na necessidade de termos reposição. Tenho conversado com a diretoria e estamos avaliando, estou conhecendo o elenco. Houve uma solicitação do empréstimo do Vinícius (Simon) e não permiti, pois quero me resguardar", disse o treinador.

"Não sinto frustração, não, no futebol passamos por isso, acontecem eventualmente contusões e não é a primeira vez que me encontro com essa dificuldade, mas, realmente, a expectativa era outra, a de encontrar com um elenco mais recheado, com reposições e isso não está acontecendo", completou.

O treinador, que lamentou o fracasso nas contratações de Eduardo Vargas, Rildo e Bruno Uvini, fez questão de dizer que os dirigentes santistas também precisam buscar no mercado do futebol, substitutos para Durval, Marcos Assunção, Renato Abreu e Neilton, que deixaram o clube.

"O Damião foi o único que chegou. Vários saíram e ninguém chegou. Hoje, a gente vê que o Vargas não deu certo, nem o Rildo e não tem definição sobre o Lucas Lima. Saiu o Durval, o Renato, o Assunção, o Neilton não quis ficar. Tivemos perdas substanciais e precisamos repor. Nós não temos nenhum jogador com a característica do Damião, o Gabriel a gente precisa adaptar ali", disse.

Leandro Damião foi o único reforço contratado pela diretoria do Santos, porém o centroavante deve desfalcar o time nas quatro rodadas iniciais do Campeonato Paulista. Isso porque o a diretoria precisa antecipar o pagamento da segunda parcela ao Internacional para receber a transferência do atleta.

A transferência prevê a liberação de Leandro Damião após a quitação da segunda parcela com o clube gaúcho, com prazo final previsto para 31 de janeiro.

Se não bastasse, Oswaldo ainda não poderá contar com o volante Cícero, que está em rota de colisão com a diretoria santista e foi vetado para o jogo contra o XV de Piracicaba, neste sábado, às 19h30 (de Brasília), na Vila Belmiro, válido pela primeira rodada do Paulistão.

VEJA COMO ANDA O MERCADO DA BOLA DO FUTEBOL BRASILEIRO

Futebol