PUBLICIDADE
Topo

Esporte

São Paulo demite aliado de Turíbio após Reffis ser colocado em xeque

Wellington era subordinado de Riva Carli, mas tinha Turíbio (foto) como referência - Gustavo Franceschini/UOL
Wellington era subordinado de Riva Carli, mas tinha Turíbio (foto) como referência Imagem: Gustavo Franceschini/UOL

Bruno Thadeu

Em São Paulo

12/07/2011 18h48

O bombardeio de críticas feito pelo ex-fisiologista do São Paulo, Turíbio Leite de Barros, à preparação física do clube causou primeiro impacto direto no Reffis. O analista de desempenho Wellington Valquer, ligado a Turíbio, foi demitido na terça à tarde, horas depois de a matéria “Mentor do Reffis detona preparação física e revela queixas de atletas ser publicada no UOL Esporte.

DEMITIDO APÓS POLÊMICA NO SÃO PAULO

  • Site oficial do São Paulo

    Welington Valquer (primeiro no canto superior esquerdo) apoiava Turíbio e criticou decisão do SP

O profissional demitido (auxiliava a preparação física) era subordinado a Riva Carli, preparador físico do São Paulo e alvo de ataques de Turíbio.

Wellington acredita que perdeu emprego justamente por ser próximo a Turíbio e contrário a alguns métodos empregados por Carli.

“Não deram qualquer justificativa para minha demissão. Terminei o treino da manhã [de terça] e quando voltei fui comunicado. Talvez seja por eu ter associação com a comissão antiga que tinha o Turíbio”, disse Wellington, que trabalhou por 15 anos no time do Morumbi.

Wellington contesta o modo como o São Paulo dispensou Turíbio e também o preparador físico Carlinhos Neves, ambos no ano passado.

“É engraçado que o Carlinhos Neves foi chamado pelo Mano Menezes e ganhou como ‘prêmio’ a demissão do São Paulo. Quanto ao Turíbio, podemos dizer que ele desenvolveu a fisiologia no futebol. Todos departamentos de fisiologia nos clubes têm a contribuição indireta do Turíbio. Ele é muito querido”, comentou.

DA ACUSAÇÃO À DEMISSÃO. ENTENDA A POLÊMICA ENVOLVENDO O REFFIS

12 DE JULHO DE 2011 - 7 horas

EX-FISIOLOGISTA DO CLUBE, TURÍBIO CRITICA PREPARAÇÃO FÍSICA DO SP

Demitido no ano passado após 25 anos no clube, Turíbio disse em entrevista ao UOL Esporte que o excesso de lesões no elenco deve-se em parte à preparação adotada por Riva Carli e revela queixa de atletas. Leia Mais
12 DE JULHO DE 2011 - 14h38

SÃO PAULO REAGE E DIZ QUE TURÍBIO USOU CLUBE PARA SE PROMOVER

'Houve momentos em que o Dr. Turíbio chegou a ficar por mais de 30 dias sem comparecer ao CT, dedicando-se a palestras e outras atividades que restringiam em muito seu tempo disponível para dedicação ao São Paulo', apresenta nota oficial emitida pelo clube Leia Mais
12 DE JULHO DE 2011 - 18h48

ALIADO DE TURÍBIO É DEMITIDO APÓS REFFIS SER COLOCADO EM XEQUE

Wellington acredita que perdeu emprego justamente por ser próximo a Turíbio e contrário a alguns métodos empregados por Carli. 'Não poderia esperar mais nada da diretoria', critica Wellington Valquer.

Embora descontente com o método de trabalho adotado por Riva Carli, Wellington destacou que não opinaria sobre Carli por razões éticas.

A polêmica envolvendo Turíbio e São Paulo, que respingou em Wellington, ocorreu após o fisiologista criticar duramente o departamento físico do clube. Turíbio foi demitido após 25 anos de serviços prestados no São Paulo.

Em nota oficial emitida na terça à tarde, o São Paulo reagiu às críticas de Turíbio, destacando que o fisiologista usou o nome do clube para se promover em palestras. O São Paulo acrescenta que Turíbio raramente aparecia para trabalhar, motivando a demissão.

Esporte