PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Brasileiros: L. Fabiano vai bem até em briga; T. Silva leva chapéu em gol

Do UOL, em São Paulo

29/02/2016 06h00

Dois brasileiros brilharam na China neste fim de semana (27 e 28 de fevereiro). No domingo, o centroavante Luis Fabiano marcou em jogo do Tianjin Quanjian e ainda apartou confusão em campo entre jogadores das duas equipes. Antes, no sábado, Ricardo Goulart levou seu time, o Guangzhou Evergrande, ao título da Supercopa do país, com dois gols na vitória por 2 a 0 na decisão sobre o Jiangsu Suning.

Mas eles não foram os únicos brasileiros a terem destaque no exterior, seja positiva ou negativamente. Miranda e Thiago Silva falharam em derrotas das suas equipes na Europa. E Philippe Coutinho, que poderia estar na lista dos heróis, perdeu pênalti em decisão na Inglaterra e terminou na dos vilões. Confira os destaques brasileiros pelo mundo neste fim de semana.

FORAM BEM

  • Luis Fabiano (Tianjin Quanjian)

    Atualmente no Tianjin Quanjian, time de Luxemburgo que também conta com Jadson e Guevânio, Luís Fabiano anotou o seu em vitória de sua equipe por 2 a 1 sobre o Ulsan, da Coreia do Sul, em amistoso. O centroavente ainda chamou a atenção ao separar uma briga entre os jogadores das duas equipes. Leia mais

  • Ricardo Goulart (Guangzhou Evergrande)

    Ricardo Goulart, bicampeão brasileiro pelo Cruzeiro, conduziu o time de Felipão na China, o Guangzhou Evergrande, ao título da Supercopa do país. Em final contra o Jiangsu Suning, no sábado, fez os dois gols da vitória por 2 a 0, ambos no primeiro tempo da partida - um aos 14 e outro aos 39 minutos. Leia mais

  • Maurício (Zenit)

    O Zenit, time russo que conta com o atacante Hulk, deve a outro brasileiro a vaga na semifinal da Copa da Rússia. O volante Maurício, ex-Fluminense, marcou um golaço de falta aos 5 minutos do primeiro tempo da prorrogação em jogo contra o Kuban Krasnodar, no domingo, e garantiu a vitória por 1 a 0.

  • Léo Bonatini (Estoril)

    Léo Bonatini, atacante de 21 anos, tem passagens por Cruzeiro e Goiás, mas não deixou saudade. Agora em Portugal, no Estoril, marcou três vezes em vitória por 3 a 0 da equipe no Campeonato Português, contra o Vitória de Setúbal, no sábado. Ele ainda desperdiçou uma cobrança de pênalti.

  • Juninho e Sóbis (Tigres)

    O Tigres, do México, venceu o América de virada, por 4 a 1, pelo campeonato nacional, com um toque brasileiro. O zagueiro Juninho, ex-Botafogo e São Paulo, marcou o segundo da equipe, de pênalti. Sóbis, ex-Internacional, fechou a conta, com tiro de longe - e considerável ajuda do goleiro adversário.

FORAM MAL

  • EFE/Peter Steffe

    Naldo (Wolfsburg)

    Zagueiro sofreu luxação no ombro e ficará fora do restante da temporada europeia. Naldo se lesionou em queda durante partida do Wolfsburg contra o Bayern de Munique. Ele caiu sobre o ombro direito. Naldo imediatamente pediu atendimento médico, sofrendo lesão nos ligamentos do ombro

  • Miranda (Internazionale)

    O zagueiro da seleção brasileira foi um dos destaques negativos da derrota da Inter de Milão para a Juventus, pelo Campeonato Italiano. Na metade final, cometeu pênalti em Álvaro Morata, que resultou no segundo gol do time adversário, após cobrança do próprio atacante espanhol. A partida terminou em 2 a 0, no último domingo.

  • Thiago Silva (PSG)

    Outro zagueiro renomado do Brasil, Thiago Silva também não foi bem na derrota do PSG para o Lyon pelo Francês por 2 a 1, resultado que deu fim à invencibilidade do líder da competição. No segundo gol da partida, o defensor levou chapéu desmoralizante de Darder, que ainda balançou as redes em um golaço. Leia mais

  • Coutinho e Fernandinho (Liverpool e City)

    Os brasileiros Coutinho e Fernandinho poderiam estar na lista dos melhores, já que marcaram no empate por 1 a 1 entre Liverpool e Manchester City na final da Taça da Liga Inglesa. Mas, nos pênaltis, os dois desperdiçaram as suas cobranças. Pior para Coutinho, que ficou sem o título no jogo disputado neste domingo. Leia mais

  • Reprodução / Instagram

    Cicinho (Sivasspor)

    O lateral direito Cicinho, ex-São Paulo, foi destaque negativo em empate por 0 a 0 entre Sivasspor (seu time) e Antalyaspor, pelo Campeonato Turco, no domingo. O jogador não conseguiu acompanhar um atacante rival e o derrubou para impedir o gol. Em decorrência do lance, foi expulso sem nem receber cartão amarelo.

  • Divulgação / Mesin

    Tita (Mersin)

    A torcida do Mersin, da Turquia, não deve estar muito feliz com o zagueiro Tita, ex-Ituano: no sábado, recebeu cartão amarelo aos 22 minutos do primeiro tempo e vermelho aos 25. Até então o jogo contra o Konyaspor estava 0 a 0, na casa do Mersin. Acabou 2 a 0 para os visitantes.

Esporte