PUBLICIDADE
Topo

UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão


UOL de Primeira

CBF e Nike negociam renovação em meio a polêmica com Neymar

O zagueiro Rodrigo Caio, durante treino da seleção na Granja Comary antes da retomada das Eliminatórias - Lucas Figueiredo/CBF
O zagueiro Rodrigo Caio, durante treino da seleção na Granja Comary antes da retomada das Eliminatórias Imagem: Lucas Figueiredo/CBF
Exclusivo para assinantes UOL

Igor Siqueira

Do UOL, no Rio de Janeiro

02/06/2021 04h00

A CBF e a Nike abriram negociações para renovação de contrato de patrocínio/fornecimento de material esportivo. O vínculo atual vai até 2026, mas as partes já querem ampliar a duração da relação. Hoje, a Nike já é a principal patrocinadora da CBF, que em 2020 embolsou R$ 365 milhões com todos as marcas parceiras. O contrato é em dólar, o que gera uma "turbinada" com a variação cambial.

A conversa é para encontrar um acordo numa gangorra. Para a entidade, é mais interessante aumentar o valor, com uma duração contratual não tão longa. Para a Nike, o melhor é um prazo mais longo, pagando menos do que a pedida almejada pela CBF, sua parceira desde 1995. Briga entre Nike e Neymar à parte, a ideia é superar essa discussão contratual antes do início do desenvolvimento do uniforme da seleção para a Copa 2022.

UOL de Primeira