PUBLICIDADE
Topo

UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão


UOL de Primeira

Futebol tem futuro incerto em São Paulo: governo ainda pensa em paralisação

26.02.2021 - O governador João Doria (PSDB) durante entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo - Divulgação/Governo de São Paulo
26.02.2021 - O governador João Doria (PSDB) durante entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo Imagem: Divulgação/Governo de São Paulo
Exclusivo para assinantes UOL

Pedro Lopes e Ricardo Perrone

Do UOL, em São Paulo

11/03/2021 04h00

O futebol foi mencionado brevemente na entrevista coletiva de ontem (10) do governador João Dória (PSDB), mas a suspensão das atividades do esporte em todo o estado de São Paulo segue no radar do governo. À De Primeira, fontes ligadas tanto aos clubes do estado como ao próprio governo afirmam que, nos bastidores, a paralisação é tratada como inevitável e pode ser anunciada ainda nesta semana. Oficialmente, nem as autoridades nem a Federação Paulista de Futebol (FPF) confirmam a versão.

O movimento pela interrupção do futebol local ganhou força nesta terça-feira, quando foi solicitada Ministério Público. Clubes chegaram a ser avisados de que o governo havia decidido pela paralisação, e criou-se expectativa de um anúncio na quarta-feira. De terça para quarta, um lobby envolvendo CBF, Federação Paulista e detentores de direitos de transmissão entrou em ação. Em uma reunião com autoridades ontem, a FPF voltou a falar sobre seus protocolos e defendeu a continuidade.

No âmbito nacional, CBF e clubes das séries A e B conversam sobre a continuidade da temporada e se preparam para uma eventual paralisação. Dentro do futebol, há poucas vozes favoráveis à paralisação: a imensa maioria de jogadores, dirigentes, empresários e as redes de televisão são partidárias da manutenção do calendário.

UOL de Primeira