PUBLICIDADE
Topo

Copa 2018

Show de CR7 bota pressão em Messi e enfim transporta rivalidade para a Copa

Cristiano Ronaldo comemora seu primeiro gol contra a Espanha. Provocação a Messi? - AFP PHOTO / Jonathan NACKSTRAND
Cristiano Ronaldo comemora seu primeiro gol contra a Espanha. Provocação a Messi? Imagem: AFP PHOTO / Jonathan NACKSTRAND

Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

15/06/2018 21h00

Classificação e Jogos

A rivalidade que pautou a maioria das disputas da elite do futebol ao longo da última década pode, finalmente, ter chegado ao maior palco de todos: a Copa do Mundo. Depois de tantos embates entre Cristiano Ronaldo e Lionel Messi por títulos, artilharias e recordes no Campeonato Espanhol e na Liga dos Campeões, o show de três gols do português contra a Espanha bota pressão no argentino, que estreia neste sábado (16), às 10h (de Brasília), diante da Islândia.

- Assista aos gols de Portugal 3 x 3 Espanha
Brasil estreia às 15h deste domingo; veja a tabela
Simule os classificados e o mata-mata do Mundial

Não que os dois sejam novatos em Copas, afinal é o quarto Mundial de cada um. Mas a atuação espetacular de CR7 contra a Espanha foi a primeira que lembrou os melhores momentos do craque decisivo no Real Madrid, incendiando a expectativa para a estreia de Messi na Argentina. Nos clubes, é comum ver a dupla se superando e esmagando os números um do outro a cada dia. Já nas seleções, no principal torneio do planeta, pode ser a primeira oportunidade para isso acontecer.

A primeira Copa dos dois foi em 2006, quando nenhum deles era o que é hoje. Cristiano Ronaldo, com 21 anos, dividia protagonismo com Figo e Deco, enquanto Messi, com 19, era reserva. Os dois chegaram até as quartas de final. Depois, em 2010, já com Bolas de Ouro embaixo do braço, a dupla decepcionou: CR7 fez só um gol na Coreia do Norte, e Portugal parou na Espanha nas oitavas, enquanto Messi, apesar de bons jogos na primeira fase, passou em branco e viu a Argentina ser goleada pela Alemanha nas quartas.

Messi 2014 - Shaun Botterill/Fifa/Getty Images - Shaun Botterill/Fifa/Getty Images
Mesmo vice-campeão, Messi foi eleito o melhor jogador da Copa do Mundo de 2014
Imagem: Shaun Botterill/Fifa/Getty Images

A primeira grande Copa de um dos dois foi em 2014, quando Messi, com o auxílio de coadjuvantes importantíssimos como Mascherano e Di María, carregou a Argentina até a final com gols espetaculares e atuações decisivas. Mesmo perdendo a final para a Alemanha, o camisa 10 foi eleito o craque do torneio. Mas o duelo particular com Cristiano ficou em segundo plano, já que o português chegou ao Mundial em péssimas condições por um problema no joelho, e Portugal ficou na fase de grupos.

Contra a Espanha, enfim, CR7 foi CR7. Um gol de pênalti que ele mesmo sofreu, um chute forte de fora da área que contou com a colaboração de De Gea e uma batida perfeita de falta no final para empatar o jogo. O craque chegou a seis gols em Copas, superando justamente Lionel Messi, que tem cinco. Na comemoração do primeiro gol, aliás, fez um gesto que pode ter sido uma provocação ao argentino.

Agora, depende de Messi responder à altura diante dos islandeses o que Cristiano aprontou para cima dos espanhóis. A Copa é também uma oportunidade única para o argentino tentar retomar seu reinado na Bola de Ouro, que nos últimos anos tem sido dominada pelo rival. O português venceu quatro das últimos cinco eleições de melhor do mundo e, com o título europeu do Real Madrid garantido no mês passado, larga na frente para vencer o prêmio pela sexta vez em 2018 e passar o craque do Barça.

O Mundial da Rússia pode desequilibrar o jogo em favor de um deles. E Cristiano Ronaldo já deu o primeiro passo da melhor maneira possível.

Confira alguns números da rivalidade histórica entre CR7 e Messi

Liga dos Campeões
Cristiano: 120 gols, 7 artilharias e 5 títulos
Messi: 100 gols, 5 artilharias e 4 títulos

Campeonato Espanhol
Messi: 383 gols, 5 artilharias e 9 títulos
Cristiano: 311 gols, 4 artilharias e 2 títulos

Copa do Mundo
Cristiano: 6 gols
Messi: 5 gols

Bolas de Ouro
Cristiano: 5
Messi: 5

Copa 2018