PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Menon


Menon

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Menon: Acabou a novela Daniel Alves, a pior contratação de todos os tempos

Conteúdo exclusivo para assinantes
Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

16/09/2021 23h19

Foi anunciada a rescisão do contrato de Daniel Alves com o São Paulo. Extra oficialmente ele vai receber os R$ 18 milhões que o clube lhe deve e mais R$ 12 milhões, aproximadamente a metade do que receberia até o final do contrato. O total de R$ 30 milhões começa a ser pago em janeiro por um grande período. Fala-se em cinco anos. R$ 500 mil por mês.

Foi a pior contratação da história do São Paulo, com certeza. E, arrisco a dizer, a pior do futebol mundial.

A culpa é do São Paulo.

Contratou um jogador por um salário que não poderia pagar. Não havia dinheiro e mesmo assim, o negócio foi feito.

A diretoria falou em um plano de marketing que cobriria os custos. Apenas a DAZN se interessou. E não deu certo.

O nome de Daniel Alves não criou frisson no mercado publicitário.

A decepção não foi apenas financeira. Foi técnica também. O São Paulo esperava 7m líder e contratou um coadjuvante. Good Crazy e coadjuvante.

Como chamar de coadjuvante o maior vencedor da história do futebol? E em que clube ele foi líder? Referência. Messi, Xavi, Iniesta >>>>>>>>>>>>Daniel Alves.

Passou pela Juve e PSG. Sua participação mais lembrada na França foi roubar a bola da mão de Cavani e passá-la a Neymar. Os dois discutiam quem bateria um pênalti. Foi parça e não líder. Neymar, Cavani, Di María >>>>>>>>>>>Daniel Alves.

E ainda houve a ofensa de dizer que devolveria o São Paulo ao mundo. Estupidez e arrogância juntas em uma frase. Ego muito maior que a bola.

Fala-se que Daniel pode ir para Flamengo ou Palmeiras. Pode dar certo. Seria um coadjuvante e não um líder, como o São Paulo acreditou erroneamente.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Menon