PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Menon


Menon

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Neymar termina o jogo tentando impedir olé do City

Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

04/05/2021 17h54

Final melancólico de Neymar na semifinal da Liga dos Campeões. Terminou o jogo correndo atrás do tique toque do City. Bola pra lá, bola pra cá e Neymar no meio. E ainda dava uns empurrões. Um auxiliar de Verrati na arte de enfeiar o jogo.

Mal comparando, Neymar parecia Ganso, Nenê, Lucas Lima, Benítez e tantos outros. No meio-campo, bem marcado, tentando sair da pressão e uma ou outra boa jogada. Com Mbappé fora, ele não teve parceiros. Todo mundo sabe que futebol é jogo coletivo, mas Neymar foi contratado também para resolver sozinho situações desconfortáveis e até desesperadoras.

Não para ser 5,5 como foi.

Ficou devendo.

De nouveau.

Encore une plus.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Menon