PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Menon


Menon

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Palmeiras, exemplar, acerta muito com anúncio da inclusão

Palmeiras repudia ataques racistas contra campanha de lançamento do novo uniforme - Divulgação/Palmeiras
Palmeiras repudia ataques racistas contra campanha de lançamento do novo uniforme Imagem: Divulgação/Palmeiras
Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

24/02/2021 11h19

O Palmeiras lançou novas camisas. O anúncio foi feito com modelos negros. Um golaço. O Brasil é um país em que a igualdade racial ainda é algo a ser conquistado e a opção do Palmeiras é um avanço, pequeno ou grande, não importa.

Nas redes sociais, alguns torcedores reclamaram, usando basicamente dois argumentos.

1) O Palmeiras é de todos e não deveria haver apenas modelos negros - Reclamariam, se fossem todos brancos?

2) Não há nenhuma referência à Itália - Poderia haver, como já houve. É importante lembrar das raízes, mas o Palmeiras há muito (ou desde sempre) é um time de massa. Não é apenas de italianos ou descendentes. Está na Turiassu, está em Itaquera, no Morumbi, em Santos, no Nordeste, nas favelas.

Gostei também da ideia do uniforme lembrar as cinco coroas, títulos alcançados na década de 50. Mostra que há uma interação entre o clube e a Puma. Não é um uniforme baseado em templates globais. Respeita a história.

O Palmeiras foi exemplar na pandemia, quando se fala em questão financeira. Não houve demissões, não houve atraso salarial e os funcionários que ganham menos foram protegidos.

Avanti, Palmeiras.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Menon