PUBLICIDADE
Topo

Corinthians faz plano de aposentadoria para Jô

Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

17/06/2020 14h41

O Corinthians trouxe Jô de volta. O contrato vai até o final de 2023. Três meses depois, ele completará 37 anos. Um sortudo. Tem emprego em um clube gigante até o final de sua vida esportiva.

É impressionante como os clubes brasileiros adoram um déjà vu. Hernanes no São Paulo, Fred no Fluminense...Sempre com um olho no retrovisor. O Jô de hoje é o de 2017?

E o tempo de contrato? Daniel Alves está garantido no São Paulo até 39 anos.

Voltando ao caso do Jô, a situação financeira do Corinthians não é boa. Há salários atrasados. Talvez fosse a hora de colocar o pé no freio.

Menon