Mauro Cezar Pereira

Mauro Cezar Pereira

Siga nas redes
Só para assinantesAssine UOL
ReportagemEsporte

Por 'sigilo bancário', Caixa não dá detalhes sobre acordo com o Corinthians

Desde que surgiram as primeiras matérias na imprensa sobre novo acerto entre Corinthians e Caixa Econômica Federal para quitação do estádio de Itaquera, a Neo Química Arena, a curiosidade se espalhou entre torcedores de praticamente todos os times. Afinal, que solução seria essa?

Cobranças também a integrantes da mídia esportiva, que emitissem opiniões, se posicionassem. Mas como se não existem informações concretas a respeito, como o próprio especialista em análises financeiras Cesar Grafietti destacou em seu perfil na rede social "X", antigo Twitter?

Assim, o blog enviou perguntas à assessoria de imprensa da Caixa. Abaixo, os questionamentos e a resposta, protocolar, nada satisfatória.

Sobre o estádio do Corinthians e a Caixa Econômica Federal, gostaria de perguntar à Caixa Econômica Federal:
1) Esse acordo sairá? Link.

2) Por que a Caixa o faria se o clube alcançou o recorde de faturamento, segue contratando jogadores caros, pagando elevados salários e adiando pagamentos? Claramente não os prioriza e ainda ganharia um vantajoso acordo?

3) Vejam essa matéria: link.
Em determinado momento se lê: "Com essa operação, a Caixa pode recuperar um valor que, em sua contabilidade, já não estava mais previsto. Após atraso nos pagamentos e litígio com o Corinthians, o banco passou a considerar em seu balanço financeiro o valor emprestado ao clube como perdido, por determinação de seus auditores. Mesmo com a renegociação feita em 2022, isso não mudou".
Pergunto: por que a Caixa desistiria de receber se o clube, repito, bateu seu maior faturamento?
Maior do que a própria dívida segundo o próprio clube: link

3) Por que o presidente da Caixa (Carlos Antônio Vieira Fernandes, indicado pelo presidente da Câmara, Arthur Lira, PP-AL, ou seja pelo Centrão) foi ao Corinthians logo depois de alguém vazar esse possível acordo? Não seria mais adequado seguir as conversações sem essa proximidade?

Continua após a publicidade

4) Sábado o Corinthians elegeu um novo presidente, da oposição, ou seja, não participava das conversas iniciais. Um posicionamento oficial da Caixa é importantíssimo em nome da transparência, já estamos diante de algo no mínimo controverso, caso torne-se real. Qual a posição da CEF a respeito, analisa, estuda, vai aprovar, depende de que e de quem, governo, CVM, etc???

A unica resposta recebida foi: "A CAIXA informa que, conforme Comunicado ao Mercado de 17 de novembro de 2023, o Corinthians apresentou proposta formal para quitação do saldo devedor da dívida do contrato de financiamento. O banco está realizando a avaliação técnica da proposta apresentada pelo clube. Demais informações relativas à operação são protegidas por sigilo bancário, conforme disposições da LC 105/2001".

Logo depois, foi travado o diálogo abaixo com uma fonte importante do governo federal em contato com o blog.

- Mandei à assessoria de imprensa da CEF perguntas sobre o possível acordo com o Corinthians para quitar a dívida do estádio. Resposta vaga e alegação de "sigilo bancário". Transparência?!

- Eles são um banco né? Só terá publicidade no detalhamento ao final do desenho da negociação se ela evoluir.

- Banco público no qual o trabalhador de carteira assinada tem, obrigatoriamente, depositado seu FGTS. Estamos falando de um empréstimo feito há quase uma década, e que segue sendo adiado em seus pagamentos sistematicamente. E o devedor se vangloria por ter ampliado seu faturamento, batido recordes.

- Por isso a publicidade necessária tem que acontecer caso exista de fato a renegociação. Mas ela ainda não se consumou

Continua após a publicidade

O Flamengo, segundo seu presidente em entrevista ao blog, quer agendar com a Caixa uma reunião para tratar do terreno no Gasômetro, Rio de Janeiro (RJ) que pertence a um fundo de investimentos gerido pela CEF (FGTS). O clube deseja comprá-lo para ali erguer um estádio de futebol. O blog apurou que até agora a solicitação de tal encontro não chegou oficialmente à CEF.

Siga Mauro Cezar no Twitter

Siga Mauro Cezar no Instagram

Siga Mauro Cezar no Facebook

Inscreva-se no Canal Mauro Cezar no YouTube

Reportagem

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes