PUBLICIDADE
Topo

Mauro Cezar Pereira

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Mauro Cezar: Flamengo, até mutilado, reforça a freguesia do Palmeiras

Jogadores comemoram o gol de Pedro - Marcello Zambrana/AGIF
Jogadores comemoram o gol de Pedro Imagem: Marcello Zambrana/AGIF
Mauro Cezar Pereira

Mauro Cezar Pereira nasceu em Niterói (RJ) e é jornalista desde 1983, com passagens por vários veículos, como as Rádios Tupi e Sistema Globo. Escreveu em diários como O Globo, O Dia, Jornal dos Sports, Jornal do Brasil e Valor Econômico; além de Placar e Forbes, entre outras revistas. Na internet, foi editor da TV Terra (portal Terra), Portal AJato e do site do programa Auto Esporte, da TV Globo. Trabalhou nas áreas de economia e automóveis, entre outras, mas foi ao segmento de esportes que dedicou a maior parte da carreira. Lecionou em faculdades de Jornalismo e Rádio e TV. Colunista de O Estado de S. Paulo e da Gazeta do Povo, desde 2004 é comentarista dos canais ESPN.

12/09/2021 17h56

O Palmeiras de Abel Ferreira passou o período de Data Fifa treinando. Até jogo-treino com titulares e reservas uniformizados fez. Chegou ao Allianz Parque inteiro, sem desfalques para enfrentar o Flamengo desfalcado de oito jogadores, entre eles Gabigol e Bruno Henrique. E que perdeu Arrascaeta na metade do primeiro tempo.

Mesmo assim os palmeirenses não conseguiram voltar a vencer os flamenguistas. Foi mais uma atuação burocrática de um campeão da Libertadores sem repertório e criação. E a equipe de Renato Gaúcho Portaluppi nem fez grande atuação, mas matou o jogo (3 a 1) na segunda etapa em jogada de velocidade, aquela da qual o técnico português gosta tanto que chega a dela depender.

Em novembro de 2017, quando fez 2 a 0 em casa, o Palmeiras venceu o Flamengo pela última vez. Depois disso foram nove confrontos, cinco triunfos rubro-negros e quatro empates, um deles com o time repleto de garotos devido a um surto de Covid, e outro que foi seguido de vitória nos pênaltis, o que valeu o troféu da Supercopa. Sim, é freguesia que chama.

Siga Mauro Cezar no Twitter

Siga Mauro Cezar no Instagram

Siga Mauro Cezar no Facebook

Inscreva-se no Canal Mauro Cezar no YouTube

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL