PUBLICIDADE
Topo

Mauro Cezar Pereira

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Fla 2 x 1 Inter: quem paga R$ 1 milhão para escalar Rodinei pode reclamar?

Rodinei olha para o técnico Abel Braga após ser expulso contra o Flamengo no começo do segundo tempo - Thiago Ribeiro/AGIF
Rodinei olha para o técnico Abel Braga após ser expulso contra o Flamengo no começo do segundo tempo Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF
Mauro Cezar Pereira

Mauro Cezar Pereira nasceu em Niterói (RJ) e é jornalista desde 1983, com passagens por vários veículos, como as Rádios Tupi e Sistema Globo. Escreveu em diários como O Globo, O Dia, Jornal dos Sports, Jornal do Brasil e Valor Econômico; além de Placar e Forbes, entre outras revistas. Na internet, foi editor da TV Terra (portal Terra), Portal AJato e do site do programa Auto Esporte, da TV Globo. Trabalhou nas áreas de economia e automóveis, entre outras, mas foi ao segmento de esportes que dedicou a maior parte da carreira. Lecionou em faculdades de Jornalismo e Rádio e TV. Colunista de O Estado de S. Paulo e da Gazeta do Povo, desde 2004 é comentarista dos canais ESPN.

21/02/2021 19h10

O Internacional vencia por 1 a 0, gol de pênalti, bem marcado, assinalado por Edenílson, quando Bruno Henrique levou vantagem facilmente sobre Rodinei e cruzou para Arrascaeta empatar. Adiante, o lateral-direito chutou, a bola resvalou em Gustavo Henrique e foi no travessão. Depois, um pisão em Filipe Luís, observado pelo VAR, resultou na expulsão do camisa 22.

Com a ajuda de um generoso milionário, o time gaúcho se dispôs a pagar a multa imposta pelo Flamengo ao emprestar Rodinei. Se quisessem escalar o atleta contra o clube carioca, os colorados deveriam desembolsar R$ 1 milhão. É compreensível que, já com uma dupla de zagueiros jovens e reservas, o time de Abel Braga pretendesse tê-lo na cancha, mas...

Quem conhece a trajetória de Rodinei bem sabe: trata-se de um atleta com o perfil para se tornar um excelente lateral. Forte fisicamente para ir ao ataque disputar no corpo com os adversários e fazer bons cruzamentos. Mas ele não transforma tal teoria em prática. Com um agravante: defensivamente é um jogador extremamente irregular, inseguro.

Rodinei pisa em Filipe Luís e leva cartão vermelho - Reprodução TV - Reprodução TV
Rodinei pisa em Filipe Luís: cartão vermelho
Imagem: Reprodução TV

Rogério Ceni simplificou ao colocar Bruno Henrique para jogar em cima de Rodinei. Deu certo no tento de empate. Há quem questione a expulsão do jogador colorado, o que é aceitável. Poderia ser amarelo. Mas poderia ser vermelho, lance interpretativo e Raphael Claus entendeu como lance para cartão vermelho direto. E o apresentou aos 6 minutos da etapa final.

"O que achou da expulsão de Rodinei? Absurda ou aceitável?", perguntou o blog a um ex-árbitro, hoje instrutor da CBF: "Bem aceitável! Poderia ser amarelo? Sim! Mas tem inúmeras situações no campeonato dessa forma. Trava no tornozelo. Forte, perna esticada. Tem as características de vermelho sim. O que estão batendo é no critério dele".

Na resposta ele se refere a uma jogada no Grenal na qual o mesmo apitador não expulsou jogador gremista por lance parecido. Por outro lado, Claus anulou gol de Pedro assinalando falta após consulta ao vídeo em situação semelhante a outras nas quais nada assinalou no mesmo jogo, na visão do mesmo instrutor. Se a arbitragem falhou ou não, podemos discutir, o que parece indiscutível é o erro maior: pagar R$ 1 milhão para escalar Rodinei.

Siga Mauro Cezar no Twitter

Siga Mauro Cezar no Instagram

Siga Mauro Cezar no Facebook

Inscreva-se no Canal Mauro Cezar no YouTube

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL