PUBLICIDADE
Topo

Marcel Rizzo

Como Conmebol decidiu chaveamento em mata-mata da Libertadores

Chaveamento das oitavas de final da Libertadores 2020. Veja quem seu time pode enfrentar para chegar à decisão - Reprodução
Chaveamento das oitavas de final da Libertadores 2020. Veja quem seu time pode enfrentar para chegar à decisão Imagem: Reprodução
Marcel Rizzo

Marcel Rizzo - Formado em jornalismo em 2000 pela PUC Campinas, passou pelas redações do Lance!, Globoesporte.com, Jornal da Tarde, Portal iG e Folha de S. Paulo, no qual editou a coluna Painel FC. Cobriu Copas do Mundo, Olimpíada e dezenas de outros eventos esportivos.

Colunista do UOL

23/10/2020 14h34

A Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) define em seu sorteio das oitavas de final da Libertadores todo o chaveamento até a final única. Mas como é feita essa divisão de confrontos, ou seja, quem enfrenta quem ao avançar para as quartas de final?

O evento desta sexta (23) realizado em Assunção (PAR), na sede da Conmebol, foi televisionado mas não pareceu claro como se deu o chaveamento depois de os confrontos das oitavas de final decididos.

Alguns times, como o Palmeiras, pegaram um caminho teoricamente mais fácil do que outros. Quatro times brasileiros (Flamengo, Inter, Santos e Grêmio) ficaram de um lado, enquanto Palmeiras e Athletico do outro. Como se definiu isso? O chaveamento é predefinido pelo regulamento divulgado com meses de antecedência, como o exemplo abaixo (AxH, ExD, BxG e FxC):

A B
H G

E F
D C

Os times do confronto A cruzam nas quartas com os do H, os do E contra os do D, formando um lado da chave até a semifinal. Do outro estão B x G e F x C. Mas como se distribui os times por essas letras?

Não tem nada a ver com a campanha na fase de grupos, mas sim com o próprio sorteio. Já definido em regulamento, a distribuição é feita pela ordem dos times que são sorteados no pote 2, onde estão os segundos colocados na etapa de grupos e que são escolhidos primeiro para cada confronto.

Exemplo: o Guaraní do Paraguai foi o primeiro a ser sorteado, portanto caiu no jogo A. O Grêmio, que foi sorteado na sequência do pote 1, se transformou em seu adversário nessa partida A.

O segundo time sorteado foi o Independiente Del Valle, que caiu no jogo B, com o Nacional (o segundo escolhido do pote 1) se tornando seu rival. Olhando a distribuição das letras na tabela acima, vemos que o Del Valle x Nacional (URU) ficou no lado oposto a Guaraní x Grêmio.

A ordem completa do chaveamento, sempre orientado pela ordem dos times do pote 2 no sorteio, ficou assim:

Guaraní - Jogo A
Del Valle - Jogo B
Delfin- Jogo C
Inter - Jogo D
Racing - Jogo E
Libertad - Jogo F
Athetico - Jogo G
LDU - Jogo H

Assim portanto se definiu o chaveamento até a final única, que será confirmada provavelmente para 23 de janeiro, no Maracanã. As oitavas de final terão jogos de 24 a 26 de novembro (ida) e de 1 a 3 de dezembro (volta).

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.