Futebol pelo mundo

Futebol pelo mundo

ReportagemEsporte

Rodada da Champions confirma boa fase de Rodrygo e retorno de Gabriel Jesus

A quinta rodada da fase de grupos da Champions League foi marcada por grandes momentos, como a virada do Manchester City sobre o Leipzig por 3 a 2, o empate dramático do Manchester United com o Galatasaray (3 a 3) e a classificação do Barcelona para as oitavas após dois anos, depois do 2 a 1 sobre o Porto.

Entre tantas partidas e feitos importantes, também houve destaque para jogadores brasileiros. A lista de destaques é encabeçada por nomes já consolidados como Rodrygo e Gabriel Jesus. Mas há outros jogadores do país que também merecem destaque.

Rodrygo continua voando

A ausência de Vini Jr. aumentou a responsabilidade de Rodrygo no Real Madrid, e o camisa 11 está tirando de letra. Nos últimos quatro jogos do clube da capital espanhola, ele marcou seis gols e deu quatro assistências.

Diante do Napoli, na quarta-feira (29), Rodrygo brilhou de novo: depois de uma bela jogada pelo lado esquerdo, ele cortou para dentro e bateu no ângulo para marcar o primeiro gol dos merengues. Era o empate por 1 a 1, em um jogo que parecia complicado.

O Real Madrid acabou deslanchando, graças a mais um grande jogo de Jude Bellingham e à participação ofensiva de Rodrygo, e venceu por 4 a 2. Não fossem os gols perdidos pelo centroavante Joselu (que marcou o quarto, já nos acréscimos), os espanhóis teriam conseguido uma goleada histórica.

A vitória foi a quinta do Real Madrid na fase de grupos. Com 15 pontos e 100% de aproveitamento, o clube espanhol já garantiu o primeiro lugar do Grupo C.

Gabriel Jesus, do Arsenal, comemora após marcar contra o Lens, pela Liga dos Campeões
Gabriel Jesus, do Arsenal, comemora após marcar contra o Lens, pela Liga dos Campeões Imagem: Ian Kington/AFP

Jesus volta a marcar em goleada

A presença de Gabriel Jesus na seleção causou polêmica com o Arsenal, que não entendeu a convocação do atacante durante o período de recuperação de uma lesão. Depois de passar em branco contra a Argentina, o brasileiro voltou a marcar na quarta (30), na goleada por 6 a 0 diante do Lens.

Continua após a publicidade

Jesus participou do primeiro gol, com uma assistência de cabeça para Kai Havertz, e marcou o segundo, aproveitando grande jogada de Bukayo Saka. Depois de receber a bola do inglês, o brasileiro mostrou frieza para cortar um rival e chutar colocado.

Foi o primeiro gol de Jesus desde a lesão, em 24 de outubro, diante do Sevilla, também pela Champions League. Naquele jogo, ele também fez um gol e deu uma assistência.

Quem também brilhou no massacre inglês foi Gabriel Martinelli. O ponta-esquerda fez o terceiro gol da partida, após uma arrancada pelo lado do campo que terminou com um chute colocado, sem chances para o goleiro. O Arsenal lidera o Grupo B e já está classificado para as oitavas de final, com 12 pontos ganhos.

Joao Cancelo e Joao Felix fizeram gols do Barcelona contra o Porto
Joao Cancelo e Joao Felix fizeram gols do Barcelona contra o Porto Imagem: Soccrates Images/Getty Images

Barcelona volta às oitavas com Raphinha aplaudido

A vitória do Barcelona sobre o Porto, por 2 a 1, no Estádio Olímpico de Montjuic, foi marcante para o clube catalão: após dois anos caindo na fase de grupos da Champions League, o time azul e grená garantiu presença nas oitavas de final da competição.

Continua após a publicidade

A vaga foi conquistada com uma rodada de antecipação, mas houve drama até o último lance. No fim, acabou fazendo diferença a grande partida do lateral português João Cancelo, que na terça-feira (28) jogou pela esquerda. Ele fez o gol de empate e deu assistência para o segundo, marcado por João Félix.

Único brasileiro do elenco do Barcelona, Raphinha foi novamente uma boa opção ofensiva pela direita. Com um Lewandowski desconectado do jogo, eram do ponta as principais jogadas de ataque. Em pelo menos três chances, ele teve a oportunidade de marcar, mas acabou errando na conclusão.

Substituído aos 45 minutos do segundo tempo pelo jovem Lamine Yamal, Raphinha deixou o campo aplaudido. Era a torcida reconhecendo o esforço ofensivo e defensivo durante a partida.

Pepê marcou para o Porto e foi destaque, apesar das derrota
Pepê marcou para o Porto e foi destaque, apesar das derrota Imagem: Getty Images

Sem improviso, Pepê é destaque em derrota

O Porto saiu de campo derrotado pelo Barcelona e terá de disputar a vaga nas oitavas contra o Shakhtar Donetsk na última rodada, mas o duelo contra os catalães foi uma espécie de batismo de fogo para Pepê no alto nível europeu.

Continua após a publicidade

Atuando como um ponta-direita com liberdade para se mover pelo ataque, o ex-jogador do Grêmio foi a principal arma ofensiva dos portugueses. Ele marcou o gol que abriu o placar, e poderia ter empatado a partida no segundo tempo, não fosse a boa atuação do goleiro Iñaki Peña.

O bom desempenho de Pepê jogando mais avançado contrasta com as tentativas recentes de torná-lo um lateral, algo já testado pelo técnico Sérgio Conceição no clube e por Fernando Diniz na seleção brasileira — contra a Colômbia, ele substituiu Renan Lodi na lateral-esquerda.

Reportagem

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes