PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Rodrygo salva de novo com gol no fim e Santos arranca empate contra Ituano

Victor Ferraz volta a campo com o braço enfaixado na partida entre Santos e Ituano - Reprodução/SporTV - Reprodução/SporTV
Imagem: Reprodução/SporTV

Do UOL, em Santos (SP)

28/01/2018 21h25

Aconteceu de novo. Assim como na vitória por 2 a 1 sobre a Ponte Preta na última rodada, o novo xodó da torcida santista, Rodrygo, voltou a marcar no fim do jogo deste domingo (28). Desta vez ele não conseguiu garantir o triunfo, mas ao menos evitou a derrota e decretou o empate por 1 a 1 com o Ituano, que fez um primeiro tempo brilhante no Pacaembu.

Se o time interiorano foi bem, teve a ver também com a ineficiência do Santos que, ao contrário, fez uma primeira etapa para ser esquecida no estádio Paulo Machado de Carvalho. Baralhas marcou logo aos 17 minutos e se não fosse Vanderlei a vantagem poderia ter sido melhor. Embora tenha melhorado no intervalo com as entradas de Sasha e Jean Mota, foi só com Rodrygo, nova promessa da Vila Belmiro, que o torcedor finalmente pôde comemorar alguma coisa. 

Com o resultado, o Santos chega a sete pontos e segue isolado na liderança do grupo D, quatro pontos à frente do Botafogo-SP, que ainda joga na rodada. Já o Ituano vai a seis pontos e permanece no terceiro lugar do grupo A.

O time de Jair Ventura agora tem pela frente o clássico contra o Palmeiras, marcado para o dia 4 de fevereiro, no Allianz Parque, às 17h, pela quinta rodada do Campeonato Paulista.

Rodrygo comemora gol do Santos contra o Ituano - Marcello Zambrana/AGIF - Marcello Zambrana/AGIF
Imagem: Marcello Zambrana/AGIF
O melhor: Rodrygo. Mais uma vez brilhou. Agora, são dois gols em três jogos, e uma chance como titular cada vez mais próxima. Além da bola na rede, o menino ainda se destacou com dribles, arrancadas e muita personalidade em uma partida tensa, marcada pelo mau futebol do Santos.

Rodrigão ajeita bola durante Santos x Bragantino em jogo da Vila Belmiro - Marcello Zambrana/AGIF - Marcello Zambrana/AGIF
Imagem: Marcello Zambrana/AGIF
O pior: Rodrigão. Mais uma atuação apagada do atacante santista, que corre cada vez mais risco de perder a posição de titular. Foi substituído já no intervalo por Jair Ventura, sob protestos da torcida. 

Marcação pressão: Ituano surpreende Santos

O Ituano começou surpreendendo – e muito – o Santos no Pacaembu. Pressionando a saída de bola do time santista, a equipe do interior conseguiu finalizar sete vezes ao gol de Vanderlei em apenas 17 minutos de jogo. Em contrapartida, o time de Jair Ventura não teve uma finalização sequer nesse período. Não à toa, saiu atrás no placar. O mesmo panorama seguiu ao longo do primeiro tempo, com o Santos começando a assustar o gol de Vágner apenas nos minutos finais. No total, foram 14 finalizações do Ituano contra apenas duas do Santos na etapa inicial.

Torcida pede Rodrygo já no 1ºT

Rodrygo lamenta chance perdida na partida entre Santos e Ituano pelo Campeonato Paulista - Marcello Zambrana/AGIF - Marcello Zambrana/AGIF
Imagem: Marcello Zambrana/AGIF
Insatisfeita com o fraquíssimo desempenho do Santos na etapa inicial, a torcida santista começou a pedir o jovem Rodrygo ainda antes do intervalo. Não foi ele, porém, quem deixou o banco de reservas para ir a campo logo no início do segundo tempo, e sim Sasha e Jean Mota. Mas para a alegria da torcida, entrou aos 22min, e mais uma vez foi decisivo.

Victor Ferraz é vaiado e joga no sacrifício

Victor Ferraz foi o principal alvo da torcida santista. Parte dela, formada pelas organizadas, passou a vaiar o jogador ainda na etapa inicial. Em contrapartida, os torcedores ‘comuns’ respondiam com aplausos ao lateral. Já na etapa final, o lateral viveu momentos de tensão: sofreu uma queda no gramado e acabou deslocando o ombro. Cheio de dor, precisou deixar o campo e pediu para ter seu ombro imobilizado, já que o Santos não podia mais fazer substituições.

Xodó santista quase vira no Pacaembu

O novo talismã santista ainda teve a chance de marcar também o gol da virada, aos 49min do segundo tempo. Sasha cruzou e a bola sobrou para o talismã, que chutou errado. Mesmo assim, foi ovacionado pela torcida e teve seu nome gritado após o apito final.

SANTOS 1 X 1 ITUANO

Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 28 de janeiro de 2018, domingo
Árbitro: Vinicius Furlan
Assistentes: Herman Brumel Vani e Alex Ang Ribeiro
Público e Renda: 13.609 / R$ 330.440,00
Cartões amarelos: Copete e Matheus Jesus (Santos); Tony, Claudinho, Juninho e Marcos.(Ituano)
Gols: Baralhas, aos 17min do primeiro tempo; Rodrygo, aos 45min do segundo tempo

SANTOS
Vanderlei, Victor Ferraz, Luiz Felipe, Robson Bambu e Caju (Rodrygo); Matheus Jesus (Jean Mota), Renato e Vecchio; Copete, Arthur Gomes e Rodrigão (Eduardo Sasha).
Técnico: Jair Ventura

ITUANO
Vagner, Igor, Ricardo Silva, Léo e Raul; Baralhas (Marcos), Tony e Guilherme; Claudinho (Juninho), Marcelinho (Giba) e Ronaldo.
Técnico: Vinicius Bergantin.

Futebol