PUBLICIDADE
Topo

Paulista - 2019

Tite exalta importância do clássico e pede que não se menospreze o Palmeiras pela má fase

Tite no comando do Corinthians; técnico pediu respeito ao Palmeiras antes do 1º clássico - Leandro Moraes/UOL
Tite no comando do Corinthians; técnico pediu respeito ao Palmeiras antes do 1º clássico Imagem: Leandro Moraes/UOL

Gustavo Franceschini

Do UOL, em São Paulo

15/02/2013 18h42

O discurso recorrente de que o Corinthians, campeão mundial, está distante do Palmeiras, recém-rebaixado, parece incomodar o técnico Tite. Diante de mais uma série de perguntas sobre o abismo entre os rivais, ele pediu respeito à história do clássico e fim das provocações.

“É um grande clássico, independentemente do momento, da posição na tabela, se é campeão mundial. Corinthians e Palmeiras vai ser sempre um marco muito forte. Tenho vivenciado clássicos dessa importância. Esse negócio de ser favorito é só retrospecto”, disse Tite.

 

RELEMBRE CONFUSÕES HISTÓRICAS DO CLÁSSICO CORINTHIANS X PALMEIRAS

No último confronto, a direção do Corinthians chegou a orientar os atletas para não tripudiarem em campo da situação do Palmeiras, que àquela altura já brigava para não cair. Desta vez, segundo Tite, não houve um recado parecido, mas a expectativa é de que todos os jogadores alvinegros encarem a disputa com seriedade.

“Quando a gente faz por índole não precisa orientar. Tenho muito respeito à grandeza. Não gosto [de falar sobre provocação], tem tanta coisa bonita, da tradição, tanta coisa legal. Estas coisas do lado escuro de tripudiar, de gerar violência... Isso gera morte, aí segunda vamos lamentar. Não vai ter desrespeito de nossa parte”, prometeu Tite.

O problema, para o treinador, é que nem sempre o recado foi entendido. No ano passado, por exemplo, Emerson ignorou a orientação da direção e, suspenso do jogo, postou a mensagem “Que dó da formiguinha” em seu Twitter depois que o Corinthians venceu por 2 a 0 e agravou a crise alviverde.

Em dezembro, depois da conquista do Mundial, a festa da chegada em São Paulo também foi repleta de provocações. Em cima do trio elétrico, Emerson e Jorge Henrique várias vezes tripudiaram da queda do Palmeiras para a segunda divisão. Na última quinta, os jogadores alviverdes lembraram do episódio. Tite, por sua vez, preferiu colocar uma pedra no assunto.

“Todas as situações têm seu tempo e seu momento. A gente não pode confundir. [Hoje] é outro momento. Já passou o momento de férias. Fomentar este tipo de situação? Eu não vou participar. Respeito quem quiser fazer”, disse ele.

Corinthians e Palmeiras se enfrentam no próximo domingo, às 16h, com a expectativa de um Pacaembu lotado. O clássico terá transmissão ao vivo do Placar UOL Esporte