PUBLICIDADE
Topo

Paulista - 2019

Empate contra o São Caetano rendeu bronca ao elenco corintiano, revela o técnico Tite

Jogo contra o São Caetano serviu de alerta para Tite, que cobrou elenco após o empate - Leandro Moraes/UOL
Jogo contra o São Caetano serviu de alerta para Tite, que cobrou elenco após o empate Imagem: Leandro Moraes/UOL

Gustavo Franceschini

Do UOL, em São Paulo

15/02/2013 19h01

O elenco do Corinthians segue com créditos por tudo que conquistou em 2012, mas o começo claudicante nesta temporada já rendeu ao grupo um puxão de orelhas. Nesta sexta, o técnico Tite revelou que conversou com seus comandados e se animou com a resposta de todos antes do clássico do próximo domingo, contra o Palmeiras.

“Durante a semana, chamei atenção individualmente e coletivamente o grupo. A resposta me surpreendeu positivamente. Eu cobrei, exigi e a resposta veio”, disse Tite, referindo-se ao desempenho dos jogadores durante os treinamentos.

 

RELEMBRE CONFUSÕES HISTÓRICAS DO CLÁSSICO CORINTHIANS X PALMEIRAS

Até agora, foram sete jogos, três vitórias, três empates e uma derrota. Os titulares só entraram em campo a partir da quarta rodada, mas mesmo assim o retrospecto não agrada: duas vitórias e dois empates. O resultado mais doído foi o do último sábado, quando o Corinthians saiu na frente, deu duas bobeiras na defesa e suou para arrancar um 2 a 2 do São Caetano.

A cobrança veio no primeiro momento mais delicado do clube no ano. No próximo domingo, o Corinthians terá pela frente o primeiro clássico, contra o Palmeiras. Três dias depois, na quarta, estará na Bolívia estreando na Libertadores contra o San Jose.

“Ninguém está na lua de pensar no Palmeiras porque depois tem a sequência. A sequência está ligada ao treino de hoje [sexta], e ao clássico também. Nosso objetivo é estar entre os quatro primeiros do Paulistão e classificar na Libertadores”, disse Tite.

Por tudo isso, o treinador escalará força máxima no Pacaembu. Nesta sexta, ele confirmou o retorno de Cássio, que já era previsto, e a manutenção de Pato no banco, até como reverência à formação que conquistou o Mundial há dois meses.

“Os atletas vão construindo seu lugar. Os espaços são as oportunidades que vão surgindo no jogo, dentro dele ou iniciando. Há um respeito a uma equipe que foi campeã da Libertadores e do Mundial. Agora a sequência é no campo que vão mostrar”, disse Tite, deixando claro que pode promover mudanças com o passar do tempo.