PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Torcedores do Cruzeiro vão à porta do CT e protestam contra Deivid e Gilvan

Presidente do clube e técnico Deivid foram os principais alvos no protesto - Reprodução/Internet
Presidente do clube e técnico Deivid foram os principais alvos no protesto Imagem: Reprodução/Internet

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

23/04/2016 13h50

Na véspera do clássico decisivo contra o América-MG, cerca de 100 torcedores do Cruzeiro fizeram um protesto na frente da Toca da Raposa, nesta manhã de sábado. Insatisfeitos com o atual momento do clube celeste, os cruzeirenses levaram faixas, instrumentos e bandeiras para manifestaram contra a diretoria do clube e o técnico Deivid.

Os principais alvos dos torcedores foram o presidente Gilvan de Pinho Tavares e o técnico Deivid. Este já está ameaçado no cargo e tem chances reais de ser demitido se for eliminado neste domingo, na semifinal do estadual. No jogo da ida, o Cruzeiro perdeu por 2 a 0 para o América. Em uma das faixas, lia-se a mensagem “Presidente omisso. Técnico? Medíocre”.

Nesta semana, um dia após a estreia sem gols contra o Campinense, pela Copa do Brasil, o vice-presidente de futebol, Bruno Vicintin, concedeu uma entrevista coletiva na Toca da Raposa. O diretor deu um voto de confiança para o trabalho de Deivid, mas cobrou por resultados melhores, aumentando ainda mais a pressão em cima do treinador.

Com exceção da edição de 2002, quando disputou o Supercampeonato Mineiro, desde a temporada de 1964 o Cruzeiro não passa dois anos ausente de uma final mineira. Ano passado, a eliminação aconteceu dentro do Mineirão, com uma derrota no segundo jogo da semifinal para o rival Atlético.

Futebol