PUBLICIDADE
Topo

Esporte

O que mudou em Barça e Inter desde início dos rivais Guardiola e Mourinho

Michael Steele/Getty Images
Imagem: Michael Steele/Getty Images

Gustavo Setti

Do UOL, em São Paulo

24/10/2018 04h00

Barcelona e Inter de Milão se enfrentam nesta quarta-feira (24), às 16h (horário de Brasília), pela terceira rodada do grupo B da Champions League. Os dois times jogam no Camp Nou mais de oito anos depois do histórico duelo válido pela semifinal da Liga dos Campeões 2009-10. Aquela temporada marcou o início de uma das maiores rivalidades entre técnicos da atual geração: Pep Guardiola x José Mourinho.

O espanhol comandava o Barça, enquanto o português estava à frente da Inter. Os dois se enfrentaram duas vezes na fase de grupos (uma vitória para Guardiola e um empate) e se reencontraram na semifinal.

A Inter de Mourinho venceu a ida, em casa, por 3 a 1 e depois segurou a pressão do adversário no Camp Nou, perdeu “só” por 1 a 0 e se garantiu na final em duelo que ficou marcado pela aula defensiva dos italianos. A Inter conquistou o título na sequência. Oito anos mais tarde, os dois clubes voltam a jogar pela primeira vez na Champions. Veja o que mudou desde então:

Juntos na Inglaterra

Guardiola e Mourinho - Jasper Juinen/Getty Images - Jasper Juinen/Getty Images
Mourinho e Guardiola nos tempos de Inter e Barcelona
Imagem: Jasper Juinen/Getty Images

Guardiola não está mais no Barça desde 2012, e Mourinho deixou a Inter justamente depois daquela temporada em 2010. Os dois rodaram por outros clubes, mas poucos. O espanhol tirou um ano sabático e voltou a trabalhar em 2013 no Bayern de Munique. Ele ficou na Alemanha até 2016 e desde então comanda o Manchester City. Já o português teve passagem por Real Madrid até 2013, depois foi para o Chelsea e segue na Inglaterra. Mourinho é o comandante do Manchester United também desde 2016.

Adeus ao “tiki-taka” no Barça

Arthur e Coutinho - AP Photo/Eric Alonso - AP Photo/Eric Alonso
Arthur e Coutinho tocam a bola durante jogo do Barça
Imagem: AP Photo/Eric Alonso

Aquele Barcelona de 2010 foi um dos exemplos do “tiki-taka” (sistema de jogo com amplo domínio da posse de bola) de Guardiola. Prova disso foram os quase 80% de posse no primeiro tempo daquele jogo contra a Inter. Depois que o treinador deixou o clube em 2012, o Barça ainda ficou conhecido pela troca de passes, mas deixou de lado nos últimos anos o estilo do antigo treinador, que chegou até a irritar a torcida por tamanha passividade.

Jejum de sete anos

Inter de Milão 2010 - AFP PHOTO / CHRISTOPHE SIMON - AFP PHOTO / CHRISTOPHE SIMON
Inter de Milão conquistou Champions em 2010
Imagem: AFP PHOTO / CHRISTOPHE SIMON

Depois de bater o Barça, a Inter conquistou a Champions League de 2010 e ainda terminou o ano com os títulos do Campeonato Italiano, Copa da Itália e Mundial de Clubes. Porém, desde então, só levantou a Copa da Itália de 2011. O jejum sem conquistas já dura sete anos.

Champions com e sem Guardiola

Neymar Champions - AFP PHOTO / OLIVIER MORIN - AFP PHOTO / OLIVIER MORIN
Neymar ergue último troféu da Champions conquistado pelo Barça, em 2015
Imagem: AFP PHOTO / OLIVIER MORIN

Já o Barcelona não ficou nenhuma temporada sem pelo menos um título. O clube catalão levantou outras duas taças da Champions. Uma ainda com Guardiola na temporada 2010-11 e a última em 2014-15, quando Luis Enrique era o técnico da equipe. 

Inter demorou, mas voltou à Champions

Icardi - Xinhua/Alberto Lingria - Xinhua/Alberto Lingria
Icardi é uma das estrelas da Inter
Imagem: Xinhua/Alberto Lingria

A falta de títulos ilustra bem o que foi a Inter de Milão nos anos seguintes à glória de 2010. A equipe amargou maus resultados no futebol italiano e chegou a ficar em nono, oitavo e sétimo em três temporadas na Série A. O clube até disputou a Liga Europa, mas não foi bem. Já em 2017-18, acabou em quarto no Italiano e garantiu a classificação à Champions ao ser beneficiada com a mudança da Uefa, que deu mais uma vaga na competição para a Itália.

Em atividade x aposentados

Messi - Michael Regan/Getty Images - Michael Regan/Getty Images
Messi disputa bola com Zanetti e Cambiasso durante Barça x Inter
Imagem: Michael Regan/Getty Images

Dos jogadores que estiveram em campo no segundo jogo da semifinal de 2010, 12 se aposentaram e outros 16 seguem em atividade. Pelo lado do Barça, ainda atuam nomes como Dani Alves, Piqué, Busquets, Messi e Ibrahimovic. Já a grande maioria do time italiano se aposentou, como foram os casos de Júlio César, Javier Zanetti, Samuel, Cambiasso e Diego Milito.

Brasileiros lá e cá

Lucio - Jasper Juinen/Getty Images - Jasper Juinen/Getty Images
Lúcio e Júlio César comemoram classificação da Inter contra o Barça
Imagem: Jasper Juinen/Getty Images

No último jogo entre os clubes em 2010, foram seis brasileiros em campo: Dani Alves e Maxwell pelo Barça e Júlio César, Maicon e Lúcio, além de Thiago Motta, naturalizado italiano, pela Inter. Atualmente, o clube espanhol conta com Coutinho, Arthur, Rafinha e Malcom, enquanto o time italiano tem Miranda e Dalbert no elenco, mas apenas o primeiro está inscrito na Champions.

Esporte