PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Dybala brilha na volta de CR7 a Manchester, e Juve bate United na Champions

Dybala comemora com Cristiano Ronaldo o gol da Juve no Old Trafford - AP Photo/Dave Thompson
Dybala comemora com Cristiano Ronaldo o gol da Juve no Old Trafford Imagem: AP Photo/Dave Thompson

Do UOL, em São Paulo (SP)

23/10/2018 17h52

As atenções estavam voltadas para Cristiano Ronaldo, de volta ao Old Trafford depois de cinco anos. Mas o protagonista da noite foi o atacante argentino Paulo Dybala, que marcou o gol da vitória da Juventus por 1 a 0 sobre o Manchester United, nesta terça-feira (23), mantendo a invencibilidade do atual heptacampeão italiano na fase de grupos da Champions League.

Líder do Grupo H, com nove pontos e 100% de aproveitamento, a Juve poderá garantir vaga antecipada nas oitavas de final da Liga dos Campeões caso vença na próxima rodada, quando reencontrará o United, agora em Turim, no dia 7 de novembro. Os ingleses têm quatro pontos na tabela e estão em segundo lugar, seguidos por Valencia (dois pontos) e Young Boys (um). 

Na outra partida da chave nesta terça, Young Boys e Valencia empataram por 1 a 1, na Suíça.

Noite de reencontros no Old Trafford

Cristiano Ronaldo - Laurence Griffiths/Getty Images - Laurence Griffiths/Getty Images
Imagem: Laurence Griffiths/Getty Images

Cristiano Ronaldo não pisava no gramado de Old Trafford desde 2013, quando defendia o Real Madrid. O reencontro com a torcida do Manchester United, que o idolatra por conta da passagem de sucesso entre 2003 e 2009, foi calorosa e respeitosa. O craque português foi o último jogador da Juventus a deixar o gramado após o aquecimento em campo e retribuiu a saudação dos fãs com aplausos. Mas, com bola rolando, algumas vaias foram ouvidas quando CR7 recebia a bola. O jogo também marcou o reencontro de Pogba com a Juve, camisa com a qual o francês viveu grande fase por quatro temporadas. 

Dois chutes de CR7, duas defesas

Cristiano Ronaldo esbanjou vontade diante do Manchester United, mas não conseguiu marcar no retorno a Old Trafford. O craque português finalizou duas vezes a gol e parou em De Gea. Aos 37 minutos do primeiro tempo, CR7 cobrou falta com efeito, mas o goleiro espanhol espalmou - e repetiu a defesa no rebote, com Matuidi. Aos seis minutos da etapa final, Ronaldo arrematou de fora da área, após passe de Cuadrado, mas De Gea fez bela intervenção e mandou para escanteio.

O melhor: Dybala

O atacante deu trabalho para Luke Shaw na marcação e tentou confundir a defesa do United em algumas oportunidades trocando de posição com Cristiano Ronaldo - o argentino centralizava, enquanto o português buscava o ataque pelo lado direito. Desta forma, Dybala aproveitou com oportunismo a bola que sobrou para marcar o gol da vitória da Juventus.

O pior: Juan Mata

Com a Juventus dominante na posse de bola, o meio-campista espanhol sumiu em campo, sem conseguir dar sequência às poucas armações ofensivas que tentou para o United. Foi mais notado nas jogadas de bola parada, em que ficou responsável pelas cobranças, mas nem assim conseguiu se destacar.

Partida mal começa e já tem invasão de campo

Invasão de campo - AP Photo/Dave Thompson - AP Photo/Dave Thompson
Imagem: AP Photo/Dave Thompson

A bola havia rolado apenas por três minutos na Inglaterra quando um torcedor invadiu o gramado de Old Trafford, correndo em direção à área da Juventus. O jogo estava paralisado, pois uma falta para o Manchester United havia sido marcada. Os seguranças agiram prontamente e, em menos de um minuto, o invasor havia sido retirado.

Gol de Dybala e baile da Juventus no primeiro tempo

Gol Dybala - Reuters/Jason Cairnduff - Reuters/Jason Cairnduff
Imagem: Reuters/Jason Cairnduff

Os primeiros lances da partida já davam sinais de que o gol da Juventus seria uma questão de tempo em Manchester United. E ele saiu aos 16 minutos. Cristiano Ronaldo passou em velocidade como ponta direita e cruzou rasteiro para Cuadrado. Smalling travou a finalização do colombiano, mas a bola sobrou para Dybala, que ficou de frente para De Gea e chutou de forma indefensável. Os italianos fecharam a etapa inicial com 67% de posse de bola e quatro finalizações a gol, contra apenas uma do United.

United acerta a trave, mas mostra incapacidade de reação

Mesmo com visível dificuldade para armar jogadas e pressionar o adversário, o Manchester United só passou perto do empate aos 29 minutos do segundo tempo, com Pogba, que bateu colocado de fora da área e acertou a trave - a bola ainda bateu na cabeça de Szczesny antes de sair à linha de fundo. Estranhamente, o técnico José Mourinho abriu mão de fazer substituições na equipe.

FICHA TÉCNICA:
MANCHESTER UNITED 0 X 1 JUVENTUS

Local: Old Trafford, em Manchester (Inglaterra)
Data/Hora: 23 de outubro de 2018, às 16h (de Brasília)
Árbitro: Milorad Mazic (Sérvia)
Assistentes: Milovan Ristic e Dalibor Djurdjevic (ambos da Sérvia)
Cartões amarelos: Ashley Young (United); Chiellini e Matuidi (Juventus)
Gol: Dybala, aos 16 minutos do primeiro tempo.


MANCHESTER UNITED: De Gea; Ashley Young, Lindelof, Smalling  e Luke Shaw; Matic. Pogba e Juan Mata; Rashford, Martial e Lukaku.
Técnico: José Mourinho.

JUVENTUSSzczesny; Cancelo (Douglas Costa), Bonucci, Chiellini e Alex Sandro; Pjanic, Bentancur e Matuidi; Cuadrado (Barzagli), Cristiano Ronaldo e Dybala (Bernardeschi).
Técnico: Massimiliano Allegri.

Esporte