PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Trio do Bayern caminha para o fim com uma Champions e espanhóis no sapato

Do UOL, em São Paulo

26/04/2018 04h00

O trio formado por Franck Ribéry, Arjen Robben e Thomas Müller caminha para o que pode ser a última partida pela Liga dos Campeões. A derrota em casa para o Real Madrid por 2 a 1 aproximou a reta final de uma formação que tinha tudo para ser mais vencedora do que foi, mas bateu na trave e teve diversos espanhóis em seu caminho.

Uma eliminação para o Real Madrid na Liga dos Campeões pode significar o fim do trio no Bayern de Munique. Robben e Ribéry têm seus contratos encerrando em junho e a permanência da dupla ainda é uma incógnita.

A formação joga efetivamente junta desde a temporada 2009/10, quando Thomas Müller, recém-promovido das categorias de base, passou a ter mais chances no time titular. Naquela oportunidade, o Bayern chegou até a final da Liga dos Campeões, sendo derrotado pela Inter de Milão de José Mourinho.

Thomas Müller, Robben e Ribery comemoram título alemão do Bayern de Munique - TF-Images/Getty Images - TF-Images/Getty Images
Imagem: TF-Images/Getty Images

Começava ali uma sequência de muitos “quase” e somente um título. A conquista veio em 2012/13, depois de ter batido na trave duas vezes em três temporadas: para a Inter de Milão e para o Chelsea. E quase levou Ribéry ao topo.

Na premiação da Fifa Bola de Ouro de 2013, o francês ficou na terceira colocação, atrás de Lionel Messi e o vencedor Cristiano Ronaldo. Até hoje o herói da conquista do Bayern de Munique não se conforma: “Me roubaram a Bola de Ouro. É incompreensível. Ganhei todos os troféus possíveis, não poderia ter feito mais do que aquilo. Foi uma injustiça. Eu não tive nem o meu país me apoiando. Eu vi com meus próprios olhos os franceses dizendo que Cristiano Ronaldo deveria vencer”, disse ao “Canal Football Club”.

Essa seria apenas a primeira vez que os clubes espanhóis atrapalhariam o trio do Bayern. As demais vezes foram todas no campo: eliminado consecutivamente nas semifinais para Real Madrid (2013/14), Barcelona (2014/15) e Atlético de Madrid (2015/16), além da queda recente para os merengues nas quartas de final da última temporada.

Para evitar que mais uma vez um espanhol atrapalhe seu caminho, o Bayern de Munique precisará vencer o Real Madrid por 3 a 2 na partida de volta ou por dois gols de diferença. O segundo jogo da semifinal está marcado para o dia 1º de maio, no Santiago Bernabéu.

Esporte