PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Por fim de tabu de Messi, jornais europeus 'ignoram' show de Willian

Reuters/Andrew Boyers
Imagem: Reuters/Andrew Boyers

Do UOL, em São Paulo

20/02/2018 19h31

Quem viu o jogo entre Chelsea e Barcelona não nega que Willian foi o melhor em campo. Mas, embora os jornais admitam em seus textos que o brasileiro teve atuação de gala no empate por 1 a 1, a imprensa europeia preferiu focar suas manchetes no fim do tabu pessoal de Messi.

Tanto a BBC quanto o Guardian, ambos da Inglaterra, deram destaque ao fato de que Messi puniu o Chelsea por um erro na defesa – o primeiro gol do argentino em nove jogos contra o clube londrino saiu após erro na saída de bola.

Se os ingleses já adotaram tal postura, era de se imaginar que a imprensa espanhola daria ainda mais atenção ao Barça. O Mundo Deportivo, da Catalunha, chama Iniesta de “santo” pela bola roubada e pelo passe para Messi.

“Derrubaram o muro do Chelsea”, diz a manchete. O jornal ainda chama a partida de “Iniestazo”, uma clara referência ao jogo entre Chelsea e Barcelona que teve show de Iniesta em 2009.

“Messi ressuscita o Barça no Stamford Bridge”, escreveu o diário Sport. No entanto, é importante destacar que o argentino foi bem marcado durante toda a partida; quando tentava uma de suas arrancadas, logo era cercado por dois ou três adversários.

Só teve liberdade no único momento em que o Chelsea respirou, mas o noticiário local o viu como destaque. “Messi não perdoa o Chelsea”, continua a publicação, que ainda aponta que Iniesta “voltou a ser San Andrés no Stamford Bridge”.

Como autor do golaço do Chelsea e de duas bolas na trave, Willian obviamente é citado em todas as reportagens, mas sempre no meio do texto e com elogios contidos. Em transmissão no canal BT Sport, da Inglaterra, Gerrard chegou a dizer que o brasileiro só não é titular absoluto “porque não joga assim todas as vezes”.

Júlio Gomes: Willian brilha, mas Messi marca contra Chelsea pela 1ª vez e Barça empata

UOL Esporte

Esporte