PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Manchester United perde para o Basel e embola briga no grupo com o CSKA

Georgios Kefalas/AP
Imagem: Georgios Kefalas/AP

Do UOL, em São Paulo

22/11/2017 19h35

A campanha do Manchester United na Liga dos Campeões vinha irretocável até esta quarta (22), quando foi derrotado pelo Basel por 1 a 0, na Suíça. O aproveitamento era de 100% antes desta quinta e penúltima rodada, mas o gol de Lang nos minutos finais impediu os ingleses de comemorarem uma classificação antecipada para as oitavas de final.

CSKA Moscou e o próprio Basel, ambos com nove pontos, brigam pela vaga e ameaçam o time de Mourinho, que tem 12 e ainda enfrentará os russos. A surpresa negativa da chave é o Benfica, atual campeão português, que não conseguiu sequer pontuar nas cinco partidas que disputou até agora; perdeu para todo mundo e só fez um gol.

O Basel chegou

Parece justo dizer que o Basel não estaria vivo por uma vaga nas oitavas se fosse um time essencialmente ruim. O adversário do United nesta quarta teve investidas ousadas, principalmente no segundo tempo e com Steffen, que exigiu boas defesas de Romero, mas foi dos pés de Lang que saiu a vitória tardia, aos 44.

Ibra: leão manso, mas recordista

Ibra - Arnd Wiegmann/Reuters - Arnd Wiegmann/Reuters
Imagem: Arnd Wiegmann/Reuters

Ibrahimovic admitiu que sua lesão no joelho era mais grave do que foi imaginado inicialmente, mas sua rápida recuperação impressionou a todos. “Leões não se recuperam como homens”, disse o craque. Menos de uma semana depois de voltar aos gramados, o sueco ficou no banco até os 28 do segundo tempo.

Não fez muito quando entrou em campo, mas bateu um recorde incrível: o atacante é o primeiro jogador da história a disputar a Liga dos Campeões por sete equipes diferentes: Ajax, Juventus, Inter de Milão, Barcelona, Milan, PSG e, agora, Manchester United. Ele ultrapassou Anelka e Saviola, com seis cada.

Fellaini usou a cabeça

Fellaini - Fabrice Coffrini/AFP - Fabrice Coffrini/AFP
Imagem: Fabrice Coffrini/AFP

Literalmente. Com toques de cabeça venenosos, o belga foi o responsável pelas duas primeiras chances de gol do Manchester United: aos 11, Akanji correu para tirar a bola em cima da linha, e depois, aos 16, o cabeceio de Fellaini fez a bola passar a centímetros do gol. Aos 42, ele ainda fez um leve desvio em cruzamento de Martial e acertou a trave.

Mas Pogba foi a cabeça

Pogba - Fabrice Coffrini/AFP - Fabrice Coffrini/AFP
Imagem: Fabrice Coffrini/AFP

Se ainda não estava claro para alguém, o time inglês é muito dependente de Pogba. A importância que o francês tem para os Diabos Vermelhos não é um ponto negativo por si só, mas é preocupante que ele seja o único cérebro do meio-campo, com menção honrosa ao esforçado atacante Martial.

Pogba chegou a fazer lançamentos dignos de Ronaldinho Gaúcho, como destacou o público que comentava o jogo pelo Twitter. Mas seus companheiros de equipe não tinham a mesma qualidade no último toque. Depois que deixou o campo para a entrada de Matic, a criação do United simplesmente inexistiu.

FICHA TÉCNICA
BASEL 1 X 0 MANCHESTER UNITED

Data e hora: 22/11/2017, quarta-feira, às 17h45 (de Brasília)
Local: St. Jakob-Park, na Basileia, na Suíça
Árbitro: Daniele Orsato (Itália)
Auxiliares: Riccardo Di Fiore e Lorenzo Manganelli (ambos da Itália)
Cartões amarelos: Darmian (Manchester United)

Gol: Lang, aos 44 minutos do segundo tempo (Basel)

BASEL: Vaclik; Akanji, Suchy e Balanta; Lang, Petretta, Serey Dié (Fransson) e Zuffi; Steffen, Oberlin e Elyounoussi
Técnico: Raphael Wicky

MANCHESTER UNITED: Sergio Romero; Damian, Smalling, Marcos Rojo e Blind; Ander Herrera, Fellaini e Pogba (Matic); Lingard (Rashford), Martial (Ibrahimovic) e Lukaku
Técnico: José Mourinho

Esporte