PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Alisson diz que "não dá para torcer para o Grêmio" na Libertadores

Shaun Botterill/Getty Images
Imagem: Shaun Botterill/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

22/11/2017 20h39

Ex-goleiro do Internacional, Alisson não ficou em cima do muro e revelou para quem irá torcer para o Lanús na final da Libertadores. Nesta quarta-feira, após a derrota da Roma por 2 a 0 para o Atlético de Madri, pela Liga dos Campeões, o camisa 1 do time italiano afirmou que apesar de torcer contra o Grêmio, está feliz pelos amigos que fez na época em que jogou contra eles ainda nas categorias de base.

"Temos que torcer sempre para o futebol brasileiro. Eu tenho amigos no Grêmio, o time tem mérito de chegar à final, talvez com o futebol mais bonito do Brasil", afirmou Alisson. Após ser pressionado pelo repórter do Esporte Interativo, o goleiro não conseguiu ficar em cima do muro. "Não dá para torcer para o Grêmio".

Sobre o revés na Liga dos Campeões, o goleiro brasileiro lamentou o resultado, mas crê que a equipe tem condições de vencer o Qarabag em casa e garantir classificação para as oitavas do torneio continental. "Acho que ficamos aquém (na partida), mas não dá para manter o nível alto em todas as partida. Tínhamos que nos dedicar um pouco mais e deixamos a desejar.

"Mas estamos numa condição muito boa. Acho que o Qarabag fará uma guerra, eles precisam dos pontos, mas temos uma boa condição". Com 8 pontos, a Roma só precisa de uma vitória contra o time do Azerbaijão para garantir vaga na próxima fase. O Chelsea é o líder do Grupo C com 10 pontos. O Atlético de Madri, que ainda tem chances de classificação, está com 6, enquanto o lanterna Qarabag possui apenas 2 pontos e não tem mais chances nem de conseguir vaga na Liga Europa.

 

 

Esporte