PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Atletas da Chape valorizam entrega e vitória emocionante na Libertadores

Wellington Paulista é um dos líderes da Chapecoense - Edison Vara/Reuters
Wellington Paulista é um dos líderes da Chapecoense Imagem: Edison Vara/Reuters

Do UOL, em São Paulo (SP)

23/05/2017 21h43

A Chapecoense era derrotada para o Zulia e dava adeus ao sonho de seguir em uma competição continental nesta temporada. No entanto, entre os 45 e 46 minutos do segundo tempo, a equipe catarinense marcou duas vezes, venceu por 2 a 1 e se garantiu pelo menos nas oitavas de final da Copa Sul-Americana - o clube ainda vai recorrer da punição dada pela Conmebol.

Os jogadores da Chape valorizaram a entrega do time até o fim da partida e comemoraram a vitória emocionante sobre a equipe venezuelana na Arena Condá.

"Muito emocionante. Buscamos o gol desde o começo, a bola batia na trave, não entrava. A vitória coroou nosso trabalho. No final, fomos felizes, conseguimos o gol. Apesar de toda dificuldade, nunca desistimos. É uma vitória que vai ficar para a história", disse Andrei Girotto à FOX Sports, autor do gol decisivo desta terça-feira.

Quem também exaltou o desempenho da equipe foi o capitão Wellington Paulista. "Tínhamos que fazer o melhor para classificar. Claro que ficamos chateados com a Conmebol, mas nosso papel era dentro de campo. O goleiro deles foi bem, acertavos a trave... Ainda bem que no fim fomos coroados com a vitória", acrescentou.

Futebol