Topo

Libertadores - 2019


Cuca usa slogan de Obama adaptado por torcedores para motivar Atlético

Cuca veste a camisa que ganhou de torcedores para motivar jogadores: "Yes, We CAM" - Reprodução/internet
Cuca veste a camisa que ganhou de torcedores para motivar jogadores: "Yes, We CAM" Imagem: Reprodução/internet

Bernardo Lacerda

Do UOL, em Vespasiano (MG)

10/07/2013 06h15

A torcida do Atlético-MG adotou, desde o ano passado, a frase inspirada no slogan do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, em sua campanha de reeleição, em 2010, ‘Yes We CAM’, trocando a palavra ‘Can’ pela sigla Clube Atlético Mineiro, estampada em uma camisa. Em situação complicada na Libertadores nesta quarta-feira, após perder por 2 a 0 para o Newell’s Old Boys na semana passada, o técnico Cuca se apega ao lema para motivar os jogadores atleticanos.

Na partida contra o Criciúma, no domingo, pelo Brasileiro, o treinador usou a camisa com esses dizeres, durante o jogo. O treinador recebeu o presente de torcedores atleticanos na temporada passada, na reta final do Brasileirão, quando o time mineiro disputava o título do Brasileirão e sofreu queda de rendimento no segundo turno.

Atlético-MG treina pênaltis e encerra preparação em clima descontraído

  • Bruno Cantini/Site do Atlético-MG

    Atlético-MG encerrou, na tarde desta terça-feira, na Cidade do Galo, a preparação para o jogo contra o Newell's Old Boys, nesta quarta-feira, às 21h50, no Independência, que vale vaga à final da Libertadores, com treino de cobranças de pênaltis e clima de tranquilidade entre jogadores e comissão técnica. O técnico Cuca comandou uma atividade física de aquecimento no gramado e depois um treino recreativo, que tradicionalmente acontece nas vésperas da partida.

A mensagem “Sim, nós podemos”, original da campanha de Barack Obama na disputa presidencial de 2010, é o lema levado pela torcida atleticana para o estádio Independência, para mostrar aos jogadores confiança na capacidade de superação. O Newells Old Boys venceu o jogo de ida, em Rosário, por 2 a 0, e pode perder até por 1 a 0, que ficará com a vaga para a final. A inversão do placar pelo Atlético força a decisão por pênaltis e triunfo por três gols de diferença classifica o alvinegro mineiro.

O treinador atleticano explicou para os jogadores a intenção da camisa e a importância da mensagem para o torcedor alvinegro. Cuca reconhece que o ‘Yes, We CAM’ será o lema do time mineiro para enfrentar o Newells nesta quarta-feira e será utilizado como fator de motivação do grupo.

“A camisa diz tudo, ‘sim, nós podemos’, agora em cima disso, tem que fazer o ‘sim, nós queremos’, ‘sim,  nós conseguimos’, ‘sim, nós nos dedicamos, como corpo e alma’. É fazer uma partida bem jogada, como a maioria das partidas que jogamos assim. Na quarta-feira, lá pela  meia-noite, saberemos se continuamos na competição ou não”, disse Cuca.

Ronaldinho assume responsabilidade e se diz "mais preparado do que nunca"

  • Bruno Cantini/Site do Atlético-MG

    O meia-atacante Ronaldinho Gaúcho vive momento de decisão no Atlético-MG, na partida desta quarta-feira, às 21h50, no Independência, contra o Newells Old Boys, quando terá a chance de ajudar a manter vivo o time na luta pelo título da Libertadores. O camisa 10, principal esperança alvinegra, chama a responsabilidade para si e diz estar "mais preparado do que nunca" para seu jogo mais importante com a camisa alvinegra.

A camisa, que foi criada por um grupo de torcedores do time mineiro, virou febre entre a torcida na temporada passada e chegou a ser comercializada. O material será visto com regularidade no Independência, nesta quarta-feira, usada por torcedores atleticanos.

Cuca já havia aparecido com a camisa na temporada passada. O treinador a usou como amuleto na tentativa do Atlético em buscar o título do Brasileirão, no momento em que o Fluminense assumiu a liderança, aproveitando queda de rendimento do alvinegro mineiro. À época, a mística, porém, não ajudou e o time do treinador ficou com o vice-campeonato nacional.