PUBLICIDADE
Topo

Esporte


Arsenal vence clássico contra Chelsea e encosta nos rivais no Inglês

Reuters/John Sibley
Imagem: Reuters/John Sibley

Do UOL, em São Paulo

19/01/2019 17h24

O Arsenal venceu o Chelsea por 2 a 0 no Emirates Stadium, em Londres, e se aproximou dos rivais na tabela do Campeonato Inglês. Melhor no primeiro tempo, o Arsenal foi mais efetivo do que os rivais e soube aproveitar as chances que teve.

Com gols dos franceses Lacazette e Koscielny ainda no primeiro tempo, o Arsenal dominou o Chelsea e pouco sofreu defensivamente.

O resultado levou o Arsenal aos 44 pontos, três a menos que o Chelsea, quarto colocado, e mesma pontuação do Manchester United. Na próxima rodada, os Gunners recebem o Cardiff, no dia 29. O Chelsea enfrenta o Bournemouth fora de casa.

O melhor: Koscielny

Reuters/John Sibley
Imagem: Reuters/John Sibley

Capitão do Arsenal, Koscielny fez a sua parte no trabalho defensivo e ainda teve duas chances de marcar. Na primeira, Kepa salvou o Chelsea e na sequência saiu o primeiro gol. Minutos depois, o zagueiro francês marcou de ombro. 

O pior: Hazard

Jogando na função de falso 9, o belga não conseguiu levar perigo para a defesa do Arsenal. Na única chance que teve, já na posição de meia após as entradas de Giroud e Barkley, Hazard isolou a bola.

Arsenal é mais efetivo no ataque

Melhor desde os primeiros minutos do clássico, o Arsenal abriu o placar antes dos 15 minutos do primeiro tempo com Lacazette.

Aos 12 minutos, o Arsenal chegou com perigo e, de cabeça, Koscielny quase marcou, mas Kepa defendeu. No lance seguinte, o Chelsea não teve a mesma sorte e Lacazette abriu o placar. Ele recebeu a bola de Bellerín dentro da área e chutou entre Kepa e a trave para marcar.

Dois minutos depois do gol, Aubameyang driblou a defesa do Chelsea pela esquerda e parou no goleiro espanhol. No contra-ataque, David Luiz lançou Pedro, que tentou encobrir o goleiro alemão Bernd Leno e mandou a bola para fora.

Domínio do Chelsea e castigo

O Chelsea passou a dominar a partida, mas levou um susto quando Ramsey chutou de fora e Kepa defendeu. O Chelsea apostava em bolas longas a partir da defesa com lançamentos do brasileiro David Luiz, mas tinha Hazard isolado no ataque.

Aos 36, Aubameyang quase marcou um bonito gol em um voleio após cruzamento da esquerda. Dois minutos depois, Koscielny recebeu cruzamento de Sokratis e, de ombro, marcou o segundo.

Nos minutos finais do primeiro tempo, Marcos Alonso recebeu cruzamento de Willian e mandou, de cabeça, na trave de Leno.

Ritmo cai e Arsenal administra

O segundo tempo voltou em um ritmo muito inferior ao do primeiro tempo e o Chelsea seguiu sem conseguir criar chances de marcar. Com o resultado favorável, o Arsenal administrava a partida e apostava nos contra-ataques.

O técnico italiano Maurizio Sarri colocou em campo Barkley no lugar do croata Kovacic, mas o Chelsea não conseguiu ameaçar o gol de Leno. Embora tenha conseguido mais posse de bola, o Chelsea acertou apenas um dos 13 chutes que tentou na partida.

Torcida na bronca com Unai Emery

Apesar da vitória, a torcida do Arsenal ficou irritada com o técnico espanhol Unai Emery após a saída do atacante francês Lacazette para a entrada do nigeriano Iwobi e vaiou a substituição.

Esporte