PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Com gol de Fernandinho, Manchester City goleia e retoma liderança do Inglês

Jason Cairnduff/Reuters
Imagem: Jason Cairnduff/Reuters

Do UOL, em São Paulo

20/10/2018 12h51

O Manchester City segue com 100% de aproveitamento no Campeonato Inglês quando joga em sua casa, no Etihad Stadium, em Manchester (Inglaterra). A vitória sobre o Burnley no local, neste sábado (20), por 5 a 0, rende ao time de Pep Guardiola a liderança do campeonato. Agüero, Bernardo Silva, o brasileiro Fernandinho, Mahrez e Sané fizeram os gols da partida em que o City se impôs e construiu o placar naturalmente.

Agora, a equipe azul de Manchester tem 23 pontos ganhos, dois a mais que o Chelsea, segundo colocado até o momento. Vale lembrar que o Liverpool joga ainda neste sábado e pode igualar a pontuação do City. 

Na próxima terça-feira (23), os Citizens visita o Shakhtar Donetsk pela terceira rodada da Liga dos Campeões. Na sequência da Premier League, a equipe de Guardiola enfrenta o Tottenham na outra segunda (29).

Quem foi bem: David Silva, com duas assistências

Silva foi o principal responsável pela criação do City no duelo deste sábado. Coroa o fato de ele ter sido o mais criativo na função no jogo as duas assistências. Primeiro, tabelou com Sané e cruzou para Agüero. Depois, esperto, aproveitou o vacilo da zaga adversária e habilitou o português Bernardo Silva.

Menção deve ser feita a Mahrez. O ponta deu bastante trabalho pelo lado direito do ataque e, perto do fim, teve muita categoria para fazer um golaço.

Quem foi mal: linha defensiva do Burnley

Matt Lowton, James Tarkowski, Ben Mee e Taylor não conseguiram parar o ataque do Manchester City. Com falhas coletivas principalmente no segundo gol, o quarteto foi o ponto negativo do confronto. Hart, ex-jogador da equipe mandante, pouco pôde fazer.

Agüero abre o caminho para a vitória

Agüero comemora seu gol na partida entre Manchester City e Burnley - Jason Cairnduff/Reuters - Jason Cairnduff/Reuters
Imagem: Jason Cairnduff/Reuters

O jogo de paciência foi logo vencido pela equipe de Pep Guardiola. Procurando furar a retranca adversária, o City obrigou Hart a fazer boa defesa aos 14 minutos da primeira etapa. Três minutos depois, no entanto, não teve jeito: David Silva tabelou com Sané pela esquerda e cruzou rasteiro. Agüero completou para o gol e venceu o ex-companheiro para abrir o placar.

Enquanto uns reclamam...

Sané recebeu passe na área e, quando foi chutar, caiu e pediu pênalti. Na sobra, os jogadores do Burnley pararam para reclamar com o árbitro e David Silva foi esperto. Cruzou para o meio antes de a bola sair em linha de fundo e Bernardo Silva ampliou. A reclamação dos visitantes, então, passou a ser sobre uma possível saída de bola na hora que o meia espanhol pegou todo mundo de surpresa.

O que é isso, Fernandinho?

Fernandinho comemora gol durante Manchester City x Burnley, neste sábado - Darren Staples/Reuters - Darren Staples/Reuters
Imagem: Darren Staples/Reuters

A apatia mostrada nos minutos finais da primeira etapa deu lugar a dois gols em um período de três minutos - e um segundo tempo avassalador. Se Bernardo Silva aproveitou cruzamento aos oito, aos 11 da etapa final o brasileiro Fernandinho demonstrou muita categoria para fazer o seu. O volante aproveitou sobra de escanteio na entrada da área e, com precisão, bateu no ângulo esquerdo de Hart, que apenas olhou a bola entrar.

Golaço de Mahrez e Sané fecha a conta

Mahrez já era um dos destaques da partida quando, aos 38 minutos da etapa final, recebeu passe de Fernandinho, girou e teve muita categoria para chapar no ângulo de Hart e fazer um golaço. Antes dos acréscimos, o alemão Sané completou cruzamento rasteiro de Mendy e fechou a conta.

Jesus entra no segundo tempo

Quando o City já havia garantido a vitória e tinha 3 a 0 no placar, Pep Guardiola deu chance para o atacante brasileiro. Gabriel Jesus entrou no lugar de Agüero aos 20 minutos da etapa final, brigou com os defensores quando pôde e cabeceou uma bola na mão de Hart. Não teve atuação acima do regular.

City não reverte intensidade em gols no 1º tempo

Como é de costume, a equipe de Guardiola esteve em cima do rival e colocou muita intensidade no jogo com troca rápida de passes. Apesar do cenário de "ataque contra defesa", e de pelo menos três chances de ampliar, o City esteve com a pontaria descalibrada e foi para o intervalo com o placar magro.

De Bruyne volta aos gramados

O meio-campista belga não participava de uma partida oficial desde o dia 15 de agosto, quando sofreu uma lesão no joelho direito. Neste sábado, adiantando o processo de recuperação inicialmente previsto para três meses e meio, entrou no lugar de Bernardo Silva e foi ovacionado pela torcida local.

Ficha técnica

Manchester City 5 x 0  Burnley

Data: 20 de outubro de 2018, sábado
Horário: 11 horas (de Brasília)
Local: Etihad  Stadium, em Manchester (Inglaterra)
Árbitro: Jonathan Moss
Auxiliares: Andy Garratt e Eddie Smart
Cartões amarelos: Kompany e Sané (Manchester City); Cork e Jeff Hendrick (Burnley)

Gols: Agüero, aos 17 minutos do primeiro tempo; Bernardo Silva, aos 8', Fernandinho, aos 11', Mahrez, aos 38', e Sané, aos 44 minutos da etapa final.

MANCHESTER CITY: Ederson; Aymeric  Laporte, Kompany, John Stones e Mendy; Fernandinho; Mahrez, David Silva (Foden), Bernardo Silva (De Bruyne) e Leroy  Sané; Agüero (Gabriel Jesus).
Técnico: Josep Guardiola.

BURNLEY: Joe Hart; Matt Lowton, James Tarkowski, Ben Mee e Taylor; Lennon (Wood), Cork, Jeff Hendrick, Steven Defour (Barnes) e Gudmundsson; Sam Vokes (Westwood).
Técnico: Sean Dyche.

Esporte