PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Em 'pelada' com gol de Jesus, City goleia West Ham e mira recorde no Inglês

Gabriel Jesus marca contra o West Ham no Inglês - Reuters/John Sibley
Gabriel Jesus marca contra o West Ham no Inglês Imagem: Reuters/John Sibley

Do UOL, em São Paulo

29/04/2018 12h09

Em partida de lances improváveis, o Manchester City goleou o West Ham por 4 a 1, em Londres, neste domingo (29), pelo Inglês. Os campeões, que entraram com o time titular, precisaram de gols no estilo “pelada”, além de um de Jesus e outro de Fernandinho, para construir o placar e perseguir a meta de quebrar marcas no torneio, após receber o troféu na última rodada.

Os azuis contaram com falhas dos rivais para chegar a 102 tentos marcados na competição — o recorde na Premier League é de 103. Em um deles, Sané chutou com o pé esquerdo e a bola desviou no zagueiro Evra, do West Ham, e entrou, enganando o arqueiro Adrián, no primeiro tempo.

No outro, pouco depois, a defesa dos anfitriões cometeu uma série de erros e entregou um gol contra, convertido pelo zagueiro Rice. Gabriel Jesus também deixou o dele na sequência, em bela jogada com Sterling. Tocou para o companheiro e invadiu a área com velocidade para completar.

O Manchester City volta a campo só daqui a uma semana, em casa, contra o Huddersfield Town, no domingo (6), pela 37ª rodada do Campeonato Inglês. Já o West Ham, que ainda tem chances de ser rebaixado, na 15ª posição da tabela, visita o Leicester no sábado (5), precisando vencer para afastar o perigo da degola.

O melhor: Sterling

Sterling celebra com os companheiros do City  - Reuters/John Sibley - Reuters/John Sibley
Imagem: Reuters/John Sibley

O atacante foi o maestro da vitória em Londres. Participou de todos os gols, ora servindo os companheiros, ora dando início às jogadas que ampliaram o placar. Em uma das oportunidades que criou, ele recebeu a bola de Gabriel Jesus e devolveu, com classe, para o companheiro fazer da marca do pênalti.

O pior: Rice

Trapalhada da zaga do West Ham e Declan Rice faz gol contra - DAVID KLEIN/REUTERS - DAVID KLEIN/REUTERS
Imagem: DAVID KLEIN/REUTERS

O zagueiro irlandês dos anfitriões não estava em um dia bom. Foi o autor do gol contra, que ampliou a vantagem do City para 2 a 0 na partida, após uma série de falhas na defesa. Ele ainda foi ao ataque tentar a sorte, mas, sem sucesso, isolou a bola muito longe em uma boa chance de chute fora da área no primeiro tempo.

Jesus deixa o dele

Gabriel Jesus comemora seu gol pelo Manchester City contra o West Ham - BEN STANSALL/AFP - BEN STANSALL/AFP
Imagem: BEN STANSALL/AFP

Gabriel Jesus recolheu a bola no meio de campo e, atento, viu Sterling livre na ponta direita. Tocou para o companheiro e disparou com velocidade para dentro da área. O inglês viu o brasileiro, livre, invadir a área do West Ham e cruzou na medida. Era só completar, para deixar um belo gol e fazer o terceiro do City.

Após balançar as redes, Jesus caiu e demorou um pouco para se levantar e comemorar. Ele se chocou com o goleiro Adrián, mas foi só um susto. O atacante continuou na partida, sem reclamar de dores nem nada.

Outro brasileiro também fez gol neste domingo. Fernandinho roubou a bola no meio de campo e tocou para Sterling, sempre ele, devolver. O volante apenas teve que invadir a área e completar para dentro das redes e fazer a goleada. 4 a 1.

Fernandinho faz o quarto gol do Manchester City contra o West Ham - JOHN SIBLEY/REUTERS - JOHN SIBLEY/REUTERS
Imagem: JOHN SIBLEY/REUTERS

Juiz erra duas, Cresswell marca

Quando o placar marcava 2 a 0 para o City, Cresswell cobrou uma falta da ponta direita da área e descontou com categoria para os anfitriões. O gol, porém, antecedeu dois erros feitos em sequência pela arbitragem.

Cresswell faz gol de falta para o West Ham - Reuters/John Sibley - Reuters/John Sibley
Imagem: Reuters/John Sibley

A infração sinalizada pelo juiz, na verdade, aconteceu dentro da área. O certo seria marcar pênalti. Além disso, o jogador do time londrino Edimilson Fernandes estava em posição de impedimento antes de ser derrubado.

Falha para um, falha para outro, o West Ham deixou seu gol de honra.

Campeões recordistas

Com a vitória, o City ficou não só muito perto de quebrar o recorde de gols convertidos em uma edição do Inglês, mas pode atingir outras metas. Completou cinco vitórias seguidas fora de casa e pode se tornar o maior vencedor como visitante e vencedor absoluto de número de partidas no Inglês.

A equipe de Pep Guardiola também pode bater a marca de mais pontos conquistados na competição. Com 93 pontos obtidos a duas rodadas do fim, o time tem chances de ultrapassar a marca do Chelsea, de José Mourinho, que conquistou 95 na temporada 2004-2005.

Esporte