PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Após vitória, Mourinho questiona VAR em gol anulado e cita "protocolo"

OLI SCARFF/AFP
Imagem: OLI SCARFF/AFP

Do UOL, em São Paulo

17/02/2018 20h23

O Manchester United teve um gol anulado pelo árbitro de vídeo na vitória por 2 a 0 sobre o Huddersfield, neste sábado (17), pela Copa da Inglaterra. Após a partida, o técnico José Mourinho questionou o uso da tecnologia para invalidar o lance e citou que a decisão contrariou o "protocolo". 

"O sentimento é ótimo quando a verdade aparece, mas também há problemas. Um dos problemas é que o que aconteceu hoje vai contra o protocolo. (O protocolo) é algo como uma "clara e óbvia situação" e, com certeza, essa não foi uma situação clara e óbvia. Mas sabemos que ainda é algo experimental e temos que aceitar", disse o técnico português.

O VAR entrou em ação no fim do primeiro tempo, quando o United vencia por 1 a 0. Juan Mata recebeu lançamento de Young, driblou o goleiro e empurrou para a rede. Imediatamente, no entanto, o árbitro consultou a tecnologia, que apontou que o espanhol estava ligeiramente em posição irregular.

Mourinho afirmou ainda que a decisão do árbitro de vídeo gerou questionamentos. Mesmo após consultar as imagens, muitos torcedores ficaram com a impressão de que Mata estava de fato em posição legal na jogada.

TV mostra linhas em uso do VAR - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

"Se a decisão (do VAR) vai contra o meu time, mas está correta, eu fico feliz porque tudo que queremos é a verdade. Às vezes vai contra o meu time, e em outras à favor. Mas eu escutei comentários que talvez o auxiliar estava certo, e não o vídeo", acrescentou o treinador.

Apesar da polêmica, o United conseguiu a vitória por 2 a 0 com dois gols do atacante belga Lukaku e se classificou para as quartas de final da Copa da Inglaterra.

Agora, a equipe de Manchester concentra as atenções para o duelo contra o Sevilla, que acontece na quarta-feira (21), pelo jogo de ida das oitavas de final da Champions  League.

Esporte