PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Emery diz que Wenger seria um bom técnico para o PSG

Técnico do PSG acredita que Wenger faria um bom trabalho no clube francês - Tony O"Brien/Action Images via Reuters
Técnico do PSG acredita que Wenger faria um bom trabalho no clube francês Imagem: Tony O'Brien/Action Images via Reuters

Do UOL, em São Paulo

21/04/2018 10h51

Arsène Wenger vai deixar o Arsenal após 22 anos no comando do clube inglês. O técnico Unai Emery, cuja saída do Paris Saint-Germain no fim da temporada é dada como certa pela imprensa europeia, rasgou elogios ao colega de profissão e disse que ele poderia ser um sucessor bem-sucedido à frente do time francês.

"Ele tem a habilidade, a experiência de liderar qualquer time do mundo. (Seria um bom treinador para o) PSG? Isso é certo", disse Emery neste sábado (21). "É uma referência para nós. Ele falou bem de mim, sempre me apoiou. Eu tenho admiração por ele como pessoa e como treinador". 

Apesar de ter renovado o contrato com o Arsenal até 2019, Wenger -- que assumiu a equipe em 1996 -- anunciou na sexta-feira que havia chegado a um acordo com a diretoria para sair do clube ao fim desta temporada. 

Emery, por sua vez, não nega a saída e já teria uma conversa encaminhada com o Real Sociedad, da Espanha, por onde jogou entre 1986 e 1996. No PSG, o comandante conquistou a Copa da Liga Francesa e, no último fim de semana, o título antecipado do Campeonato Francês após golear o Monaco por 7 a 1. A diretoria do PSG, contudo, busca um treinador para brigar pela taça da Liga dos Campeões -- sem Neymar, lesionado, no jogo de volta, o time foi eliminado pelo Real Madrid nas oitavas de final. 

Enquanto não toma um novo rumo, Emery ainda tem pela frente a final da Copa da França, contra o Les  Herbiers, no dia 8 de maio. O técnico explicou como fará para manter seus jogadores motivados até o final da temporada, mesmo depois de garantir o troféu do torneio nacional. 

"Para mim e para nós, o campeonato é o primeiro título importante. Ilustra a regularidade de nossa equipe. Eu quero manter o espírito, a exigência, a regularidade. Queremos fazer uma partida completa", afirmou o treinador.

O próximo compromisso será neste domingo, às 16h, quando o PSG visita o Bourdeaux pela 34ª rodada do Francês. "O Bordeaux é um estádio muito bom, é um adversário que joga futebol muito bem, os fãs podem assistir a um bom jogo", completou o comandante. 

Esporte