PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Carille celebra vantagem e destaca fim de seca no ataque: "Estava pesando"

Marquinhos Gabriel e Romero festejam primeiro gol do Corinthians contra o Cruzeiro - Rubens Cavallari/Folhapress
Marquinhos Gabriel e Romero festejam primeiro gol do Corinthians contra o Cruzeiro Imagem: Rubens Cavallari/Folhapress

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

29/09/2016 00h15

Fábio Carille não se importou com o gol do Cruzeiro. O técnico do Corinthians preferiu celebrar os fatos positivos na partida de sua equipe na vitória por 2 a 1 na noite desta quarta-feira (28), em Itaquera, na partida que abriu a disputa por uma vaga na semifinal da Copa do Brasil.

O comandante disse que a equipe paulista vai a Belo Horizonte, no dia 19 de outubro, no jogo de volta, com uma “enorme” possibilidade de avançar e pegar o vencedor do confronto entre Palmeiras e Grêmio.

“Toda a vantagem é importante quando dois times grandes jogam. É uma possibilidade enorme para nós, chance maior pelo o que a gente construiu aqui. São dois resultados (vitória e empate) que estão a nosso favor”, destacou o comandante.

“Nós jogamos melhor no domingo se comparado com quarta e também melhoramos hoje. Criamos oportunidades e não fizemos algumas. Acredito muito na repetição, não só de jogadores, mas de sistema. E todos os jogadores são treinados da mesma forma”, completou.

Carille ainda celebrou bastante o fim do jejum do ataque corintiano. Desde 3 de julho, nenhum jogador de frente balançava as redes de um adversário. A última vez havia sido com Romero, diante do Flamengo. Nesta noite, o autor do gol foi o mesmo.

“É uma vitória que acalma os nossos atacantes, que estavam com essa falta e estavam sendo pressionados. O Romero fez gol e jogou bem”, explicou.

“Eu falo sempre que iria me preocupar bem mais se a gente não tivesse criando. Eu pedi calma a eles na hora de finalizar e falei que a hora certa ia chegar. E isso aconteceu. Estava pesando, porque o atacante vive disso. Essa pressão incomodava, sim”.

O Corinthians joga neste sábado, às 16h30, contra o Botafogo, no Rio de Janeiro, em mais uma partida do Brasileirão. Pela Copa do Brasil, joga só no dia 19 de outubro, no Mineirão.

Futebol