PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Ponte faz boletim de ocorrência contra dirigente do Guarani após provocação

SporTV/Reprodução
Imagem: SporTV/Reprodução

Do UOL, em São Paulo

26/08/2018 15h00

A Ponte Preta divulgou uma nota neste domingo (26) informando que fez um boletim de ocorrência contra Giba Moreno, dirigente do Guarani que exibiu uma mensagem provocativa após o clássico entre as equipes no último sábado (25). O clube alvinegro alegou que a atitude foi uma incitação à violência e prepara uma representação formal no Ministério Público e no STJD.

A provocação de Giba aconteceu depois do fim da partida, que terminou em empate sem gols. O dirigente apareceu atrás do volante Ricardinho, do Guarani, no momento que o jogador concedia entrevista ao canal SporTV, e provocou o rival com uma cartaz que exibia os dizeres "Nunca serão".

"A atitude é de incitação à violência e completo desrespeito ao profissionalismo criado na organização do dérbi 192. O Ministério Público inclusive prega o tempo todo que os dirigentes precisam dar exemplo e não podem agir desta forma bizarra e ofensiva à torcida adversária", disse o diretor jurídico da Ponte, Giuliano Guerreiro.

"Tivemos mais de 300 pessoas envolvidas trabalhando, entre monitores, seguranças e em toda a operação, tudo foi organizado com muito cuidado para que o espetáculo se resumisse ao campo, em um clima saudável e de desportividade, e no final quem deveria dar exemplo age como uma pessoa irresponsável e incita a violência. Isso é lamentável e deve ser punido", completou Guerreiro.

Além disso, a Ponte entrará também com uma representação formal contra o árbitro Grazianni Maciel Rocha, que apitou o clássico do último sábado. O clube questiona a atuação da arbitragem e reclama de dois pênaltis não marcados durante o dérbi.

"A Ponte foi prejudicada em lances capitais por erros da arbitragem. Foram dois pênaltis flagrados pela televisão e em um deles, inclusivem o juiz foi alertado pelo auxiliar de que a penalidade ocorreu e chamou a responsabilidade de não marcar, equivocadamente, para ele", afirmou Giuliano Guerreiro.

Com o empate no clássico, o Guarani chegou a 36 pontos em 23 jogos, ocupando a sexta posição da Série B. A Ponte, com três pontos a menos, vem na nona posição.

Os times voltam agora a entrar em campo pela competição na próxima semana, em compromissos pela 24ª rodada. Na terça-feira (28), o Guarani visita o Criciúma; já a Ponte Preta recebe o Vila Nova na sexta-feira (31).

Esporte