PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Semana sem jogos e viagens vão ajudar Inter além do campo. Entenda

Técnico Abel Braga segue como preferido do Internacional para temporada 2018 - Nelson Perez/Divulgação
Técnico Abel Braga segue como preferido do Internacional para temporada 2018 Imagem: Nelson Perez/Divulgação

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

19/11/2017 04h00

A última semana de compromissos oficiais do Inter será a chamada 'semana cheia'. Sem jogos ou viagens, o time terá tempo para trabalhar e descansar até o duelo com Guarani, que pode valer o título da Série B. Mas engana-se quem pensa que é apenas dentro de campo o possível ganho com este período.

O Inter está dividido. Ao mesmo tempo que trabalha as situações técnicas para disputar a última rodada da segunda divisão, a direção estará envolvida diretamente na contratação de um treinador para o ano que vem.

E o plano não foi alterado. Abel Braga segue sendo o predileto do comando do clube e depende da liberação do Fluminense para negociar as bases salariais para 2018. O problema é que ele possui mais um ano de vínculo com o clube carioca e uma alta multa rescisória. Precisaria partir de Abel a negociação para rompimento amigável e, quem sabe, diminuição do valor imposto em contrato.

Caso não consiga acertar-se com Abel, o Inter já sabe o que precisa para contratar seu 'plano B': Roger Machado. Mesmo sem entrar em contato com o profissional diretamente, o Colorado já tem informações sobre o interesse do ex-lateral de comandar o time e sabe quais números precisa ofertar para finalizar a contratação. Depende da chamada, que está diretamente ligada a uma eventual impossibilidade com Abel.

"Não conversamos com ninguém ainda. A saída do Guto foi sábado passado, na terça tivemos jogo importantíssimo. Imagina se hoje tivéssemos a obrigação, seria um jogo muito mais tenso. Precisávamos do ponto contra o Oeste. Agora viemos para ca. Não deu tempo. A partir desta semana vamos começar a tratar deste assunto", disse o vice de futebol Roberto Melo.

Há a possibilidade de um gerente de futebol ser contratado. Especulado nos últimos dias, Paulo Cesar Tinga, que se desliga do Cruzeiro ao fim do ano, não foi procurado pelos atuais dirigentes do Inter e dificilmente assumirá o cargo no ano que vem.

No máximo duas semanas

Enquanto diz não ter prazo para anunciar o novo técnico, a direção vermelha trabalha com um cenário imediato. Quer ter o nome do treinador para ser anunciado em no máximo duas semanas. O plano é ir para as férias com o início de temporada do ano que vem já totalmente definido e para isso deve finalizar a contratação para que a oficialização ocorra ao fim da Série B, no próximo sábado, ou com o término da Série A, na semana seguinte.

Se receber uma sinalização positiva de Abel nesta semana, o Inter vai aguardar até o encerramento da participação do Flu na primeira divisão para formalizar qualquer coisa. Caso opte por Roger Machado, o acordo pode se tornar público já na próxima semana.
 

Esporte