PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Pela honra e apegado em 8%. Inter faz seu penúltimo jogo na Série B

Inter conta com a volta de D"Alessandro para jogo diante Goiás, em Goiânia - Luiz Munhoz/Recorte do Olhar/Estadão Conteúdo
Inter conta com a volta de D'Alessandro para jogo diante Goiás, em Goiânia Imagem: Luiz Munhoz/Recorte do Olhar/Estadão Conteúdo

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

18/11/2017 04h00

Garantido na primeira divisão, o Internacional volta a campo neste sábado (18) diante do Goiás. E o jogo em Goiânia é um misto de alívio e motivação. O Colorado ainda tem chances matemáticas de ser campeão da Série B, mas também atua para se despedir com honra. Com vitória. Algo que não aconteceu nas últimas cinco rodadas.

Segundo o site Chance de Gol, o Inter tem 8% de probabilidade de ser campeão.

Para erguer a taça da segundona, o Colorado tem que ganhar e torcer contra o América-MG. Neste sábado o time de Belo Horizonte visita o Londrina e se vencer, fica com o título. Tudo reflexo das últimas semanas no Beira-Rio.

Depois de atingir a liderança e gozar de uma sequência de 10 vitórias como mandante, o Internacional patinou. Caiu de desempenho e agora acumula quatro empates seguidos. Com a derrota para o Ceará ainda no histórico recente. O último triunfo foi diante do Criciúma, fora de casa, em 21 de outubro.

“Essas últimas quatro rodadas foram comprometedoras para o título. Não é nem jogar toalha, mas restam dois jogos. Vamos jogar para ganhar e torcer. Poderíamos estar melhor, mas não estamos. O primeiro objetivo já veio e agora o que vier vai ser ainda melhor”, disse Edenilson.

O jejum de vitórias também gera um incômodo. Por mais que o acesso tenha sido garantido, com empate sem gols diante do Oeste na terça-feira, o Inter sente que está em dívida. E jogará as duas últimas partidas para tentar se redimir. Além do Goiás, o Colorado pega o Guarani.

Time tem mudanças

O time que pega o Goiás terá as voltas de Victor Cuesta, D’Alessandro e Leandro Damião. O zagueiro e o centroavante se recuperam de problema muscular. Enquanto o meia cumpriu suspensão. Com essa espinha dorsal outra vez, o Inter terá um novo esquema.

Odair Hellmann, interino até o final do ano, montou a equipe no 4-2-3-1. O esquema base ao longo de todo o ano foi o 4-1-4-1. Com as mesmas peças, a ideia é ter um pouco mais de contundência ofensiva. Afinal de contas, restam 8% de chance de título.

FICHA TÉCNICA
GOIÁS X INTERNACIONAL

Data e hora: 18/11/2017 (sábado), às 17h (Brasília)
Local: estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)
Auxiliares: Helton Nunes (SC) e Thiago Americano Labes (SC)

GOIÁS: Marcelo Rangel; Pedro Bambu, Fabio Sanches, Alex Alves e Carlinhos; Victor Bolt, Elyeser e Léo Sena; Nathan, Carlos Eduardo e Junior Viçosa (Gustavo)
Técnico: Hélio dos Anjos

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; Cláudio Winck, Thales, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenilson, D'Alessandro, William Pottker e Eduardo Sasha; Leandro Damião
Técnico (interino): Odair Hellmann

Esporte