PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Gol anulado gera revolta do Goiás e nem jogadores do Inter entendem

Hélio dos Anjos, técnico do Goiás, reclamou de Héber Roberto Lopes - Nelson Almeida/UOL
Hélio dos Anjos, técnico do Goiás, reclamou de Héber Roberto Lopes Imagem: Nelson Almeida/UOL

Do UOL, em Porto Alegre

18/11/2017 19h00

Um lance no começo do segundo tempo deixou todos perplexos na vitória do Inter por 2 a 0 sobre o Goiás. Carlinhos entrou pelo lado da defesa do Inter, cruzou e Gustavo marcou. Um lance normal, sem impedimento, falta ou nada. Mas Héber Roberto Lopes anulou o gol e deu 'bola ao chão' para recomeçar a partida. A revolta do Goiás foi total e nem os jogadores do Inter entenderam.

O placar estava 0 a 0 e o time da casa abriria o placar. Mas o lance foi anulado gerando reações diversas entre os jogadores.

"Ele falou que vai assumir publicamente que o erro dele. Deixa correr a jogada, po... Foi um erro dele. É muito simples falar que vai, está cheio de fiscal a CBF em volta. Olha como está a torcida, daí é culpa dele", esbravejou o técnico Hélio dos Anjos.

Os jogadores do Goiás reclamaram muito e nem mesmo os do Inter, envolvidos no lance, entenderam o que houve.

"Eu também não entendi. Eu estava saindo, ele apitou, paramos, e o cara fez o gol. Ouvimos o apito, vimos que ele apitou... O cara fez o gol. Ele nos falou que apitou e que a responsabilidade era dele, e parou o lance", disse o zagueiro Thales. "Para ser sincero eu também não entendi. Mas ele apitou, foi claro. Uns pararam, outros não. Foi o apito que fez alguns pararem. Eu não sei o que ele deu. Mas claramente que o apito influenciou na tomada de decisão dos nossos atletas", completou Uendel.

Em seguida o Inter conseguiu os dois gols e a vitória por 2 a 0 fez o Colorado atingir os 68 pontos na classificação da Série B.

Esporte