PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Pottker quebra jejum, Inter bate Goiás e mantém chance de título da Série B

Pottker comemora seus dois gols pelo Internacional sobre o Goiás - Internacional/divulgação
Pottker comemora seus dois gols pelo Internacional sobre o Goiás Imagem: Internacional/divulgação

Do UOL, em Porto Alegre

18/11/2017 18h48

William Pottker voltou a marcar depois de 12 jogos. E foi logo duas vezes. Neste sábado (18), o goleador da Série A do ano passado contou com duas assistências de Camilo para resolver o jogo para o Inter contra o Goiás, no Serra Dourada. O placar de 2 a 0 deixa o time gaúcho ainda com chance de título da segunda divisão.

Dependerá da última rodada. O Colorado chega com 68 pontos no último jogo. Enquanto o América-MG soma 70 após empatar com o Londrina em 0 a 0. Desta forma, se o Inter vencer o Guarani em casa e o América-MG não vencer o CRB, em Belo Horizonte, será a equipe gaúcha a erguer a taça. Tudo isso ocorre no próximo sábado. 
 
O último gol de Pottker havia sido contra o Figueirense, pela rodada 24. Depois disso, ele jogou 11 partidas, o Inter 12, até a rodada 37 quando balançou as redes duas vezes.

A partida ainda foi pautada por um gol anulado do Goiás que deixou atletas sem entender o que foi marcado pelo árbitro Héber Roberto Lopes. Na ocasião, a partida estava empatada em 0 a 0. 

Camilo muda o jogo com duas assistências

O Inter criava quase nada, D'Alessandro não tinha com quem tramar jogadas, Damião mal concluía, Pottker participava pouco da partida. Até Camilo substituir Eduardo Sasha. Com a entrada do ex-botafoguense, o Inter passou a ter tudo que não tinha até então. Em sua primeira jogada, tabelou com D'Alessandro e cruzou para o gol de Pottker. Na segunda, enfiou para o atacante marcar o segundo. Decidiu a partida. 

Destaque do Goiás 'some' na marcação

Destaque do Goiás na Série B, o atacante Carlos Eduardo não esteve bem. Perdeu a maioria das disputas pessoais para Uendel e quando ficou cara a cara com Danilo Fernandes perdeu chance de gol na defesa do goleiro vermelho. 

Goiás usa lado esquerdo e explora fragilidades

O Goiás usou uma fragilidade conhecida do Inter: o lado direito de defesa. Formado por Claudio Winck e Thales, entre lateral e zagueiro o time goiano achou muito espaço. Por ali criou boas chances de gol com Nathan e Gustavo. Parado eventualmente com faltas ou esbarrando em conclusões longe do ideal, os homens de frente goianos não conseguiram tirar o zero do placar no primeiro tempo. Mas foram os que mais perto disso estiveram.

Inter muda formação, mas repete problemas

Interino até o fim da Série B, Odair Hellmann mudou a formação tática do Inter. Em vez do 4-1-4-1 adotado na maior parte da temporada por Guto Ferreira, o técnico adiantou D'Alessandro, recuou Edenílson e encontrou no 4-2-3-1 a movimentação ideal. Mas o resultado prático foi pouco alterado. Com pequeno número de criação de chances ou mesmo conclusões em gol, o Inter esteve perto de marcar apenas quando Damião encontrou D'Ale dentro da área e o goleiro Rangel defendeu a batida do argentino.

Com futuros resolvidos, Goiás e Inter fazem jogo morno

Goiás e Inter tinham pouco em disputa. O Colorado confirmou acesso à Série A na rodada anterior e o título era improvável, dependeria de duas falhas do América-MG. Enquanto os goianos garantiram permanência na Série B também na jornada anterior. Desta forma, o ímpeto reduzido vetou expectativa de um jogo interessante.

Gol anulado deixa todos perplexos

Aos 3 minutos do segundo tempo, um gol anulado deixou os jogadores e quem acompanha o jogo perplexos. Carlinhos invadiu a área, cruzou para Gustavo, que colocou nas redes. Mas Héber Roberto Lopes anulou o lance. Depois de muita reclamação, o juiz deu 'bola ao chão' e recolocou a bola em jogo com o Inter devolvendo ao Goiás. Ninguém entendeu o que houve, tanto que os auxiliares correram para o meio como se validassem o lance. 

Inter cria, finalmente, e faz dois

Se o Inter não conseguiu criar uma jogada tramada sequer no primeiro tempo e no início do segundo, quando o fez chegou ao gol. Foi a partir da entrada de Camilo na vaga de Sasha que uma tabela com D'Alessandro acabou em cruzamento e conclusão para o gol de William Pottker. Com muita técnica em poucos toques o Colorado encontrou o gol aberto. Poderia ser um lampejo de bom futebol, apenas. Mas veio de novo. Camilo novamente lançou e Pottker fez o segundo quatro minutos mais tarde. 

FICHA TÉCNICA
GOIÁS 0 X 2 INTERNACIONAL


Data: 18/11/2017 (Sábado)
Local: estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Árbitro: Héber Roberto Lopes
Auxiliares: Helton Nunes e Thiago Americano Labes
Cartões amarelos:  Victor Bolt (GOI); Leandro Damião (INT);
Gols: William Pottker, do Inter, aos 14 e aos 19 minutos do segundo tempo; 

GOIÁS

Marcelo Rangel; Pedro Bambu, Fábio Sanches (David Duarte), Alex Alves e Carlinhos; Victor Bolt (Saavedra), Elyeser (Andrezinho) e Léo Sena; Carlos Eduardo, Gustavo e Nathan.
Técnico: Hélio dos Anjos

INTER

Danilo Fernandes; Cláudio Winck, Thales, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenilson, D'Alessandro, William Pottker (Nico López) e Eduardo Sasha (Camilo); Leandro Damião (Charles).
Técnico (interino): Odair Hellmann

Esporte