PUBLICIDADE
Topo

Série B - 2019

Sem renovações, Palmeiras pode perder um terço do elenco no final do ano

Destaque da campanha na Série B, Leandro precisa renovar para ficar em 2014 - Rodrigo Capote/UOL
Destaque da campanha na Série B, Leandro precisa renovar para ficar em 2014 Imagem: Rodrigo Capote/UOL

Do UOL, em São Paulo

03/10/2013 06h00

O Palmeiras pode se desfazer de 37% do seu elenco no final do ano. Dos 35 jogadores que o clube alviverde possui no plantel, 13 terão seus contratos encerrados em dezembro: Márcio Araújo, Leandro, Vilson, Wendel, Bruno, Fernandinho, Marcelo Oliveira, Léo Gago, Ananias, Ronny, Charles, Rondinelly e André Luiz. Isso dá mais de um terço do elenco.

No início da temporada, a nova gestão do Palmeiras preocupou-se em montar um elenco numeroso. Com falta de jogadores, o clube foi ao mercado em busca do bom e barato. Aumentar o grupo de atletas foi a justificativa dada na negociação do atacante Barcos com o Grêmio, por exemplo.  Léo Gago, Rondinelly, Vilson e Leandro chegaram nessa transação.

Para prorrogar o empréstimo dos dois primeiros, o time paulista precisa negociar com o gaúcho, o que ainda não ocorreu. Vilson possui um pré-contrato para ser adquirido em definitivo e Leandro pode ter seu vínculo prolongado, caso ganhe um aumento salarial, de acordo com cláusula contratual.

Marcelo Oliveira, Charles e Ananias pertencem ao Cruzeiro. O Palmeiras pode estender o empréstimo dos dois primeiros até dezembro de 2014 sem gastar nada a amais com isso. Eles entraram na negociação que o clube fez para os mineiros levarem o atacante Luan. Já Ananias pode prorrogar até o término do Campeonato Paulista do ano que vem.

Por fim, o goleiro Bruno, o lateral direito Wendel e o zagueiro André Luiz pertencem ao Palmeiras. Os direitos federativos do meia Ronny são do FC Olimpi, da Estônia, e Fernandinho pertence ao Oeste.

Além dos jogadores, o comandante Gilson Kleina também possui vínculo com o clube somente até o final do ano. Até o momento, a diretoria não o chamou para conversar e seu futuro no time do Palestra Itália está em suspenso. “Quanto ao meu futuro, quero resgatar o orgulho do torcedor e o nosso e restabelecer o Palmeiras na Série A. Depois disso, não depende mais de mim”, declarou.

A diretoria segue com a determinação de não comentar assuntos referentes a negociações. Contudo, os atletas ainda não foram chamados para conversar. A intenção do presidente Paulo Nobre é esperar o time garantir o acesso à Série A do Campeonato Brasileiro, para depois colocar em prática a reformulação do elenco para 2014, ano do centenário do clube.

Torcida do Palmeiras
Torcida do Palmeiras
$escape.getHash()uolbr_tagAlbumEmbed('tagalbum','17417+AND+16026', '')