PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Zeca sofre com falta de ritmo e vira projeto para 2019 no Inter

Zeca em ação durante treino do Inter; lateral é projeto para 2019 - Ricardo Duarte/Inter
Zeca em ação durante treino do Inter; lateral é projeto para 2019 Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Marinho Saldanha

Do UOL,em Porto Alegre

20/11/2018 04h00

Zeca falhou em sua nova oportunidade no Inter. Começou jogando contra o Botafogo, mas voltou a sofrer pela falta de ritmo. Em cima dele, o time carioca marcou o gol que definiu a partida. Mas o Colorado não desiste do lateral de 24 anos, que é projeto para 2019.

Zeca disputou 19 partidas pelo Inter. Mas viveu uma temporada atípica. No começo do ano, em litígio com o Santos, perdeu todo período de preparação para a temporada. Afastado, realizou trabalhos por conta própria enquanto o futuro era incerto.

Apareceu a negociação com o Inter em abril, e a estreia na temporada ocorreu em maio. Depois de uma sequência como titular, ele acabou perdendo a posição para Fabiano.

Na avaliação do Internacional, o início de ano isolado fez Zeca perder ritmo de jogo e competitividade. Mesmo que o jogador se esforce para estar no mesmo nível dos demais, isso será impossível até a conclusão de 2018.

Na reserva, ele ficou quase dois meses apenas treinando e permanecendo no banco. Mas a oportunidade apareceu no último domingo pela suspensão do titular, Fabiano.

Em campo, Zeca não conseguiu contribuir ofensivamente. Não tanto por culpa sua, mas pela má jornada do Colorado, que pouco criava e abusava das jogadas pela esquerda, deixando o ex-santista isolado no flanco oposto.

Na defesa, acabou participando diretamente do lance do gol do adversário. Um cruzamento em que ele errou o tempo de bola - algo natural para atletas que estão sem ritmo - acabou com Erik, que dominou, driblou e fez o gol que definiu o 1 a 0 para o Botafogo.

Projeto para 2019

Sob a ótica do Internacional, os problemas de Zeca serão corrigidos naturalmente. Uma pré-temporada com o restante do elenco e jogar regularmente desde o princípio da temporada, em um ambiente positivo para o lateral reencontrar seu melhor futebol: tudo isso fará o campeão olímpico com a seleção brasileira voltar a almejar até lugar na equipe de Tite.

Enquanto isso, o principal concorrente por posição precisa renovar. Fabiano, que é o dono da lateral direita atualmente, tem vínculo no fim. Está emprestado pelo Palmeiras, e a direção ainda não iniciou negociação para sua permanência. A cláusula de compra bate em R$ 4 milhões.

Ainda que não tenha feito isso em 2018, o Inter também pode deslocar Zeca para a esquerda. As movimentações do mercado de transferências indicam que Iago pode receber oferta e ser negociado. Desta forma, ele poderia ser escalado no flanco canhoto caso Fabiano permaneça no clube.

O Internacional encara o Atlético-MG nesta quarta-feira (21), no Beira-Rio.

Esporte