PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Campeões mundiais são trunfo do Corinthians para recuperação no Brasileirão

Os veteranos Emerson Sheik e Ralf em ação pelo Corinthians - Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians
Os veteranos Emerson Sheik e Ralf em ação pelo Corinthians Imagem: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

27/10/2018 04h00

O Corinthians tenta dar a volta por cima no Campeonato Brasileiro neste sábado (27), às 19h, na Arena Corinthians, contra o Bahia. Sem chances matemáticas de lutar pelo título, a equipe do técnico Jair Ventura se preocupa com a possibilidade de entrar na zona de rebaixamento do nacional. Para se afastar de vez de qualquer risco de repetir o filme de 2007, quando o clube caiu para a Série B, o time conta com um quarteto que tem história de sobra, por brilhar nas conquistas da Copa Libertadores e do Mundial de 2012.

Ralf, Emerson Sheik, Danilo e Cássio escreveram alguns dos capítulos mais importantes nas vitórias do clube e podem estar em campo neste sábado. Além de contribuir no gramado, eles são importantes na hora de passar experiência para os mais jovens e de transmitir mais confiança para a torcida. Mas apesar destas glórias, Ralf, Sheik e Danilo não são figuras tão comuns no passado recente do Alvinegro.

O volante, de 34 anos, foi para o futebol chinês entre 2016 e 2017. Neste retorno ao Brasil, Ralf sofreu um pouco com as lesões e foi submetido à cirurgia no ombro esquerdo em abril antes de conquistar uma vaga na equipe. Mesmo com o problema, ele já entrou em campo em 24 jogos neste ano. Agora sob o comando de Jair, é titular absoluto.

Aos 40 anos, Sheik vai abandonar os gramados no fim desta temporada. Longe do clube desde 2014, ele retornou neste ano para fechar a sua carreira profissional. O atacante ainda é peça importante na equipe e ganhou espaço até mesmo na final da Copa do Brasil, contra o Cruzeiro. No total, ele já disputou 36 partidas em 2018.

Danilo surgiu como opção nesta semana após treinar entre os titulares e tem a chance de jogar neste sábado. O veterano meia, de 39 anos, pode ganhar a vaga de Jadson, que se recupera de desconforto na panturrilha direita. Pouco utilizado neste ano, o jogador, que soma dez partidas em 2018, ainda pretende renovar o seu contrato por mais dois anos, como publicou o UOL Esporte.

Em 2017, ele também não conseguiu atuar muitas vezes. Em agosto de 2016, sofreu fraturas na tíbia e na fíbula da perna direita, e voltou às atividades em abril, mas ainda precisou superar lesões musculares na retomada. Assim, o primeiro jogo dele só aconteceu em novembro, quando o Corinthians venceu o Fluminense e decidiu o Brasileirão.

Destaque na final do Mundial contra o Chelsea, o goleiro Cássio tem uma situação um pouco diferente dos demais veteranos. O goleiro, de 31 anos, já é presença quase constante na equipe alvinegra. Nesta temporada, por exemplo, ele só não foi titular quando estava com a seleção, suspenso ou lesionado. Coincidentemente, no duelo do primeiro turno com os baianos, ele não pôde jogar, já que estava a serviço de Tite, e foi substituído por Walter

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS x BAHIA

Data: 27 de outubro de 2018
Horário: 19h (de Brasília)
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Árbitro: Péricles Bassols Cortez (PE)
Auxiliares: Rafael da Silva Alves (RS) e Michael Stanislau (RS)

Corinthians: Cássio; Fagner, Léo Santos, Henrique e Danilo Avelar; Ralf e Douglas; Romero, Pedrinho e Sérgio Díaz; Emerson Sheik (Danilo). Técnico: Jair Ventura.

Bahia: Douglas Friedrich; Nino Paraíba (Bruno), Jackson, Lucas Fonseca e Léo; Gregore, Nilton, Ramires, Paulinho e Vinícius; Élber. Técnico: Enderson Moreira

Esporte