PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Atlético-PR opta por usar polêmica camisa amarela um dia antes da eleição

Divulgação/Atlético-PR
Imagem: Divulgação/Atlético-PR

Do UOL, em São Paulo

27/10/2018 21h10Atualizada em 28/10/2018 00h45

O Atlético-PR usará pela primeira vez a criticada terceira camisa feita em amarelo com tons de vermelho. O uniforme foi usado na vitória sobre o Botafogo, por 2 a 1, na partida deste sábado (27), pelo Campeonato Brasileiro. De acordo com o clube, a decisão partiu por causa das eleições deste domingo (28).

"Vamos todos juntos por amor ao Brasil! O Atlético Paranaense entrará em campo com o seu uniforme amarelo na partida contra o Botafogo, neste sábado (27/10). A mudança de uniforme será realizada para lembrar a consciência cívica dos atleticanos e de todos os brasileiros que amanhã decidirão o futuro do nosso país. Após o jogo, as cores do Brasil vão pulsar no Estádio Atlético Paranaense. Neste momento da história brasileira, a participação consciente dos cidadãos é de extrema importância para o futuro de todos", escreveu o clube.

O uniforme foi uma novidade da Umbro antes da Copa do Mundo. O objetivo da marca era homenagear as seleções que participariam do torneio. A camisa amarela e vermelha do Atlético-PR faria referência à Espanha.

Atlético-PR chegou a emitir um comunicado oficial rejeitando o modelo amarelo - Reprodução - Reprodução
Atlético-PR chegou a emitir um comunicado oficial rejeitando o modelo amarelo
Imagem: Reprodução

O modelo sofreu diversas críticas dos torcedores e fez com que o Atlético-PR emitisse um comunicado na época afirmando que não havia aprovado o desenho. O clube disse, ainda, que não usaria e tampouco comercializaria o modelo. O comunicado postado em abril não aparece mais no site do Atlético-PR.

O Atlético-PR já havia feito uma manifestação política às vésperas do primeiro turno. Na ocasião, os jogadores entraram com uma camisa com os dizeres "vamos todos juntos por amor ao Brasil". O presidente do Conselho Deliberativo do clube, Mario Celso Petraglia, já anunciou publicamente seu apoio ao presidenciável Jair Bolsonaro (PSL).

Por causa daquela manifestação, o Atlético-PR chegou a ser multado em R$ 70 mil pelo STJD.

Nas redes sociais, as reações dos torcedores foram majoritariamente negativa. Os atleticanos se dividiam entre as críticas pela manifestação política e pelo modelo da camisa, anteriormente já criticado. Confira:

Esporte