PUBLICIDADE
Topo

Esporte

STJD absolve Felipão e só adverte Mattos por incidentes contra o Cruzeiro

Felipão conversa com Mattos, Cícero Souza e Maurício Galiotte - Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação
Felipão conversa com Mattos, Cícero Souza e Maurício Galiotte Imagem: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação

Do UOL, em São Paulo

26/10/2018 12h44

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) absolveu Luiz Felipe Scolari da acusação de "incitação à violência" no jogo contra o Cruzeiro. Em julgamento nesta sexta-feira (26), o treinador deu explicações e passou sem nem mesmo uma advertência. Assim, ele está livre para comandar o Palmeiras neste sábado, contra o Flamengo.

O treinador havia sido denunciado por falar “vocês vão lá domingo, esperem sentadinhos” para os atletas e funcionários do time mineiro. Segundo a denúncia, a frase incitava o ódio e a violência e foi responsável direta pela confusão entre seguranças no vestiário dias depois, já no jogo pelo Brasileirão. A punição prevista era de até 720 dias.

Os auditores e relatores do STJD chegaram até a dizer durante a sessão que Felipão não deveria nem mesmo ter sido denunciado.

Também na partida contra o Cruzeiro pelo Brasileirão, Alexandre Mattos foi ao gramado para reclamar da arbitragem. Ele também foi julgado e recebeu apenas uma advertência. Sua punição poderia ser de até 180 dias. O Palmeiras, por sua vez, foi multado em R$ 5 mil por conta da confusão entre seguranças.

Livres dessas acusações, Felipão e Mattos voltarão ao Tribunal nos próximos dias. Desta vez, por terem insinuado que há um esquema para beneficiar o Flamengo. Os dois falaram disso logo após a vitória por 2 a 1 contra o Ceará e podem pegar gancho de seis jogos.

Esporte