PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Cuca ignora polêmica e 'banca' Bambu contra o Flu: "não podemos crucificar"

Zagueiro já avisou que não fica no Santos após o próximo dia 10, quando vence seu contrato - Ivan Storti/Santos FC
Zagueiro já avisou que não fica no Santos após o próximo dia 10, quando vence seu contrato Imagem: Ivan Storti/Santos FC

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

26/10/2018 12h26

O técnico Cuca ignorou a polêmica envolvendo Robson Bambu e a diretoria do Santos e “bancou” o jovem zagueiro como titular no duelo contra o Fluminense neste sábado, às 16h30 (de Brasília), na Vila Belmiro, válido pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Bambu causou insatisfação na diretoria santista e sofre perseguição da torcida após enviar uma carta ao presidente José Carlos Peres informando que não permanecerá no clube paulista após o término do seu contrato, no próximo dia 10.

O zagueiro assinou pré-contrato com o Atlético-PR, mas não está descartado que ele ainda atue por outro clube do futebol brasileiro.

"Ele [Bambu] vai jogar. É funcionário do clube, é o atleta da posição. Não vou fazer improviso tendo um jogador que é de confiança, não só minha, mas de todos os companheiros. Houve esse problema com ele, estamos cansados de falar, mas não há certo ou errado nessa situação. Aconteceu que o destino criou isso", afirmou Cuca, que faz um apelo para a torcida não perseguir Bambu durante o jogo.

"Ele não era utilizado frequentemente, quando eu cheguei por necessidade foi utilizado. O Santos tinha preparado outros, também, não via nele um grande potencial, mas as coisas mudaram. O empresário também buscou outro caminho e nesse meio tempo se tornou uma peça importante. Não podemos crucificar o rapaz, nem o empresário ou o Santos, que tinha outra mentalidade sobre o caso. Ele vai nos servir até o final do campeonato dele. Está bem trabalhado, então que faça grande jogo e que o torcedor entenda que é nosso jogador", completou.

A cúpula santista passa a viver um dilema sobre a utilização de Robson Bambu neste sábado após a suspensão da dupla de zaga titular: Luiz Felipe e Gustavo Henrique. Segundo apurou o UOL Esporte, inicialmente os dirigentes santistas não pretendiam mais utilizar o defensor, pois avaliaram que o "prata da casa" rejeitou o clube que o revelou para o futebol. Aliás, Bambu sequer foi relacionado para o duelo contra o Internacional na última segunda-feira, mesmo já recuperado de lesão muscular.

Bambu formará dupla de zaga com Lucas Veríssimo. Sendo assim, o Santos encara o Flu com a seguinte escalação: Vanderlei, Victor Ferraz, Robson Bambu, Lucas Veríssimo, Dodô; Alison, Diego Pituca e Carlos Sánchez; Bruno Henrique, Rodrygo e Gabigol.

Bambu foi uma das apostas certas de Cuca

Robson Bambu estava encostado no Santos antes da chegada de Cuca e se tornou uma das grandes surpresas do treinador. A arrancada santista no segundo turno, aliás, coincide com a titularidade do defensor, pois ele começou a ser utilizado contra o Bahia no segundo jogo do returno.

Bambu fez 12 jogos em 2018. No Brasileiro foram oito, sendo sete como titular. Com ele, o Santos tomou somente três gols. Dos oito jogos em que atuou, o Santos saiu de campo sem tomar gols em seis.

Esporte