PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Henrique fala em noite infeliz, mas T. Neves admite relaxamento no Cruzeiro

Pedro Vale/AGIF
Imagem: Pedro Vale/AGIF

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

24/10/2018 21h44

Dois discursos diferentes marcaram a derrota do Cruzeiro por 2 a 0 para o Ceará, em jogo adiado da 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. No Mineirão, o time celeste não fez uma boa partida e saiu derrotado diante do seu torcedor. Na saída de campo, Henrique falou em noite infeliz, mas o meia Thiago Neves admitiu um relaxamento natural da equipe após o título da Copa do Brasil.

"Querendo ou não, dá (uma relaxada), até pela vitória contra a Chapecoense, hoje entramos relaxados. Mas Campeonato Brasileiro é assim, tem time disputando lá em baixo, em cima, tem que ficar atento. A gente pede desculpa ao torcedor que compareceu, ao Fábio pelos 800 jogos. Mas temos que levantar a cabeça porque domingo tem mais", comentou o meia.

Esta foi a segunda partida seguida do Cruzeiro em casa depois da conquista do hexacampeonato. No próximo sábado, o clube jogará o terceiro dos quatro jogos seguidos em BH. O adversário será o lanterna Paraná.

Ao contrário de Thiago, o capitão Henrique preferiu falar em noite infeliz do Cruzeiro. Durante todo o jogo, a equipe não deixou de atacar, mas teve dificuldades para exercer uma pressão no adversário, que se portou muito bem defensivamente.

"Nós tivemos dificuldades, tentamos criar, mas eles se fecharam e foram felizes nos contra-ataques. O Cruzeiro tentou, martelou, mas não estávamos em um bom dia. Não teve relaxamento, entramos sérios sempre que vestimos a camisa do Cruzeiro. Mas tem dia que a gente não vai bem. E hoje eles foram", disse o volante.

Com a derrota desta quarta, a Raposa perdeu a chance de colar no Santos, e fica no 10º lugar, com 40 pontos.

Siga o UOL Esporte no

Esporte