PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Súmula relata palavras de Odair a árbitro: "Decidiram o campeonato"

Siga o UOL Esporte no

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

23/10/2018 00h16

A súmula da partida entre Inter e Santos, disputada nesta segunda-feira (22) no Beira-Rio relatou a reclamação do técnico Odair Hellmann, da equipe gaúcha, contra a equipe de arbitragem. Entre outras palavras, o comandante disse que eles haviam 'decidido o campeonato'. O documento oficial do empate em 2 a 2 ainda citou uma ação do diretor executivo de futebol Rodrigo Caetano já próximo do vestiário.

A súmula refere que Odair Hellmann, ao término da partida, se dirigiu aos árbitros e, em tom não agressivo, proferiu as seguintes palavras: "Isto é um absurdo. Vocês demoraram 10 minutos para definir o lance e erraram feio. O lance foi muito claro. Vocês erraram e definiram o campeonato. Eu cobro a presença do var em todas as minhas entrevistas, mas vocês não podem demorar 10 minutos para definir uma jogada como esta. Fomos prejudicados mais uma vez", disse o treinador segundo relatou o árbitro Ricardo Marques Ribeiro.

Ainda no documento oficial da partida, o árbitro relatou uma discussão com o diretor executivo de futebol do clube gaúcho, Rodrigo Caetano.

"Vocês vão parar por que? Vocês decidiram o campeonato, erraram feio, seu safado, absurdo o que vocês fizeram aqui hoje", disse Caetano segundo relato da súmula.

Ricardo Marques Ribeiro ainda detalhou que o dirigente portava um par de muletas (Caetano está recuperando-se de uma lesão no tornozelo) e ao proferir as palavras levantou uma delas em direção aos árbitros.

O juiz ainda relatou que respondeu, no mesmo tom, a manifestação do dirigente. Um vídeo mostra parte da discussão. 

Todas as manifestações do Internacional após o empate desta segunda reclamaram da ação do árbitro. O foco se dá na anulação do gol de Leandro Damião aos 10 minutos do segundo tempo. No lance, o Inter reclama que a bola que encontrou o centroavante em impedimento teria vindo de Sanchez, do Santos. Até a confirmação do gol anulado, o jogo ficou parado por seis minutos.

Esporte