PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Vitória no Brasileiro dá folga para Fluminense focar na Sul-Americana

Siga o UOL Esporte no

Do UOL, em São Paulo

22/10/2018 04h00

A vitória sobre o Atlético-MG no último domingo (21) rendeu bons motivos para o Fluminense comemorar. Além de aumentar a distanciar para a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, o resultado positivo no Engenhão permite ao time carioca ter mais tranquilidade para a sequência da Copa Sul-Americana. Na quarta-feira (24), o Tricolor enfrenta o Nacional, do Uruguai, pelo jogo de ida das quartas de final da competição.

Com o triunfo, o Fluminense chegou a 40 pontos na competição - nove acima do Ceará, primeiro dos quatro times que estariam rebaixados à Série B. Neste momento, inclusive, o time das Laranjeiras está mais próximo do grupo que garante vaga para a Libertadores do que da degola. O Atlético-MG, sexto colocado, soma 46 pontos.

Em entrevista coletiva no fim de semana, o técnico Marcelo Oliveira admitiu que a intenção do Fluminense é se livrar o quanto antes da ameaça do rebaixamento no Brasileiro para poder concentrar forças na disputa da Sul-Americana. Para o treinador, a equipe precisa de mais duas vitórias para se livrar do risco de queda.

"Muitos falam em 44 ou 45 pontos. Isso pode mudar em relação aos próximos jogos. Com mais duas vitórias, a gente fica tranquilo e passa a pensar em coisas maiores. Atingindo essa pontuação passaremos a ter tranquilidade para mesclar o time e priorizar a Sul-Americana. É um título importante e dá a vaga na Libertadores. A gente faria pelo lado inverso e não pelo Brasileiro [a classificação para a Libertadores]. Não é fácil, mas vamos tentar. Estamos trabalhando e temos confiança em passar pelo Nacional", destacou o comandante.

Para manter vivo o sonho de conquista da Sul-Americana, o Fluminense terá o seu maior teste na competição até aqui. Nas fases anteriores, o Tricolor passou por Nacional Potosí, Defensor e Deportivo Cuenca. O Nacional, adversário das quartas de final, chegou ao torneio após ser eliminado na Libertadores. O time uruguaio ficou com a terceira posição no Grupo 6, condição que garante às equipes uma vaga na sequência da Sul-Americana.

Diante de um adversário com mais tradição, o Flu sabe da importância de construir um bom resultado atuando em casa. Marcelo Oliveira destacou a necessidade de propor o jogo, mas cobrou atenção para não sofrer gol. Nos três jogos como mandante na Sul-Americana, o Fluminense somou três vitórias e não foi vazado em nenhuma oportunidade.

"Com o primeiro jogo em casa, a gente pode propor mais o jogo. Mas tem de ter cuidado pois nesta competição vale o gol qualificado", analisou.

Após a partida da próxima quarta-feira, Fluminense e Nacional voltarão a se enfrentar no dia 31 de outubro, em Montevidéu. Neste meio tempo, o time carioca vai visitar o Santos, sábado (27), pelo Campeonato Brasileiro.

Esporte