PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Juiz para jogo entre Inter e Santos por seis minutos e anula gol de Damião

Do UOL, em Santos (SP)

22/10/2018 21h40

O duelo entre Internacional e Santos nesta segunda-feira, em Porto Alegre, válido pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, ficou marcado por uma polêmica de arbitragem. Isso porque o árbitro Ricardo Marques Ribeiro anulou um gol do atacante Leandro Damião aos nove minutos do segundo tempo.

O problema é que o juiz parou o jogo por mais de seis minutos para consultar os assistentes e, principalmente, o quarto árbitro.

Enquanto o jogo estava parado, Ricardo Marques consultou o árbitro atrás do gol e o bandeirinha do campo de ataque do Inter. Depois, ele foi falar com o quarto árbitro e o bandeirinha do outro lado.

Após o longo período de interrupção, o árbitro confirmou a anulação do gol. Os jogadores do Inter alegaram que o passe para Damião partiu do volante Carlos Sánchez, do Santos, e por isso não estava impedido. Gabigol foi um dos últimos a falar com a arbitragem.

"Conversamos muito ali no final com o juiz atrás do gol. Eu disse que ele deveria tomar a decisão por estar mais perto. Não entendi porque foram falar com o quarto árbitro, ele estava mais longe. Fiquei ali do lado, o ouvi falar com o árbitro da partida, depois ele tomou a decisão. Fiquei ouvindo e ele disse: 'estava impedido, estava impedido'. E eu disse, também: 'estava impedido'", disse o atacante do Santos ao SporTV.

De acordo com Renato Marsiglia, comentarista de arbitragem do SporTV, o gol foi bem anulado. A bola teria desviado em Cuesta antes de ir para Damião.

A partida terminou com empate por 2 a 2. Patrick e Damião marcaram para o Inter; Fabiano, contra, e Gabigol fizeram os gols do Santos. Assista a um resumo do jogo:

Siga o UOL Esporte no

Esporte