PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Pikachu tem substituição forçada após pancada e fica revoltado no Vasco

*Do UOL, no Rio de Janeiro

20/10/2018 19h37

Artilheiro da equipe na temporada, o lateral/meia Yago Pikachu sofreu uma pancada na cabeça aos 13 minutos do primeiro tempo, teve uma rápida perda de consciência e foi forçado pelo médico vascaíno Carlos Fontes a ser substituído. A decisão do profissional revoltou o jogador, que queria retornar, mas foi impedido.

Muito nervoso, ele atirou uma garrafa d’água no gramado. O zagueiro Ricardo Graça, que estava na reserva, tentou acalmá-lo, mas sem sucesso. Pikachu, então, tirou a camisa e seguiu diretamente para o vestiário sem passar pelo banco.

Ao Sportv, o médico Carlos Fontes revelou que a rápida perda de consciência foi a motivadora da decisão de substituí-lo, cumprindo um protocolo.

Todo o impasse de voltar ou não para o campo de jogo durou cerca de cinco minutos, até o atacante Andrés Rios entrar em seu lugar. 

Após a partida, mais calmo, Yago Pikachu pediu desculpas ao departamento médico do Vasco.

"Foi um lance muito rápido. A bola veio alçada e achei que estava sozinho e não vi o adversário. Senti apenas a pancada na cabeça, caí no chão, todo mundo pediu atendimento e naquele momento explosivo eu quero pedir desculpas a todos da comissão médica. Era um momento que eu queria estar em campo mas no calor do jogo você não sabe a gravidade que está ocorrendo. O médico falou que eu apaguei por alguns segundos, mas no calor do jogo achei que teria condições de voltar e ele, acertadamente, fez o papel dele de cumprir a norma. Me explicou que é a norma da Fifa, que em primeiro vem a saúde do jogador. No momento fiquei chateado, mas revendo o lance, achei que foi correto", disse ao Sportv.

*Atualizada às 21h33

Esporte