PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Corinthians liga alerta sobre rebaixamento, mas será que risco é tão alto?

Sheik em ação na final contra o Cruzeiro: briga do Corinthians agora é contra a queda - Marcello Zambrana/AGIF
Sheik em ação na final contra o Cruzeiro: briga do Corinthians agora é contra a queda Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

19/10/2018 04h00

A preocupação do Corinthians com o rebaixamento no Campeonato Brasileiro ficou mais evidente a partir da derrota para o Cruzeiro na decisão da Copa do Brasil. Após a perda do título, um possível descenso foi abordado por jogadores, pelo técnico Jair Ventura e pelo presidente Andrés Sanchez, que chegou a chamar os jogos restantes de finais.

Mas o risco de rebaixamento é tão alto assim? Para responder a questão, o UOL Esporte analisou a campanha do Corinthians no campeonato e os próximos adversários do time alvinegro, além de comparar a situação com a temporada 2007, marcada pelo descenso corintiano na competição.

A nove rodadas do término do Brasileirão, o Corinthians soma apenas 35 pontos, com aproveitamento de 40% nos 29 jogos disputados até então. O maior problema corintiano, porém, é o desempenho no turno final - ele caiu de 46% para 30%.

Ou seja, se o Corinthians mantiver esse aproveitamento nos últimos jogos, somará mais oito pontos. A equipe, então, chagará à marca de 43 pontos, número considerado insuficiente para pôr fim a qualquer risco de queda. No ano passado, por exemplo, Avaí e Coritiba caíram justamente com essa pontuação.

Em 2007, pontuação na 29ª rodada era similar

Há 11 anos, o Corinthians somava um ponto a menos que o time alvinegro atual. Em 29 jogos, a equipe treinada por Nelsinho Baptista somava 34 pontos. Naquele ano, porém, os adversários, em geral, tinham mais pontos.

Betão - Folha Imagem - Folha Imagem
Corinthians venceu o São Paulo na 30ª rodada de 2007 e passou a somar 37 pontos
Imagem: Folha Imagem

Por isso, a zona de rebaixamento já era uma realidade - os corintianos ocupavam a 18ª posição. Hoje, a distância para o primeiro time do grupo do descenso, o Ceará, é de quatro pontos. Além disso, cinco equipes separam o Corinthians da zona da degola.

Em 2007, a perda de aproveitamento também se deu no segundo turno. Na reta final, a equipe corintiana chegou a esboçar uma reação, mas acabou atrapalhada pelos empates. Nas últimas nove rodadas, o time venceu duas vezes, com quatro partidas empatadas e três derrotas. Com 44 pontos, o rebaixamento se consolidou.

Campeonato à parte será realidade em 2018

No próximo domingo, o Corinthians terá pela frente seu primeiro adversário direto de uma série de quatro confrontos. O time de Jair Ventura medirá forças com o Vitória, 16º colocado, em Salvador.

Na partida seguinte, a equipe alvinegra recebe o Bahia, que ocupa o 13º lugar. Os corintianos ainda enfrentarão o Vasco na 35ª rodada e a Chapecoense na 37ª. Todos esses duelos serão na Arena Corinthians. O São Paulo também será um dos adversários do Corinthians em Itaquera.

O time alvinegro ainda terá mais quatro jogos como visitante. São eles: Botafogo (32ª rodada), Cruzeiro (34ª), Atlético-PR (36ª) e Grêmio (38ª).

Esporte